Menu Close

[:pt]Cinco possíveis revelações no Mundial 2018[:]

[:pt]A bola já vai rolando nos campos da maior competição do mundo, mas ainda há tempo para deixar algumas sugestões de alguns nomes a acompanhar de perto durante o campeonato.

 

Renato Tapia – 22 anos – Médio Defensivo – Peru – Feyenoord

Renato Tapia é apontado por todos como sendo o provável titular na posição 6 da seleção peruana. É um médio defensivo muito dinâmico, com um perfil físico muito interessante para aquela posição: muitíssimo forte no choque e nos duelos individuais, capaz de disputar lances no jogo aéreo e com uma resistência acima da média, que lhe permite fazer um forte pressing aos adversários praticamente durante o jogo todo. Do ponto de vista defensivo, para além do que foi em cima descrito, demonstra uma capacidade fantástica nos desarmes e a inteligência para ocupar os espaços corretos de modo a condicionar as operações ofensivas dos adversários. No entanto, as suas qualidades não se limitam apenas ao jogo defensivo: em construção procura sempre dar linhas de passe aos defesas (especialmente aos laterais) e ajudar na saída de pressão e mostra ter apetência para realizar passes longos com bastante precisão. No seu clube é lhe concedida alguma liberdade posicional e não é raro vê-lo a chegar à área adversária e a ter situações de finalização. É igualmente um jogador que representa perigo nos lances de bola parada.

https://vimeo.com/275265953

 

Trezeguet – 23 anos – Extremo Esquerdo – Egito – Kasimpasa

Pediu emprestado o seu nome ao craque francês e apesar de não estar ao nível do seu homónimo, Mahmoud ‘Trezeguet’ Hassan mostrou ao longo da época que é um jogador de qualidade inegável. Provável titular no flanco esquerdo da seleção do Egito, fará com Mohamed Salah uma dupla de setas apontadas às balizas adversárias. É um jogador versátil, que pode jogar em ambas as alas, ou até mesmo como avançado centro. Com a sua velocidade é um jogador perigosíssimo em lances de contra-ataque, com muita facilidade no 1v1 ofensivo, apesar de por vezes se agarrar demasiado à bola. Esta época marcou 13 golos na Liga Turca e foi o jogador com mais dribles efetuados/90 min dessa liga. Com forte chegada à área, mostra ter capacidades de finalização acima da média. Defensivamente é um jogador que poderia melhorar um pouco os seus índices de agressividade para ajudar a sua equipa nesse processo.

https://vimeo.com/275268677

 

Francis Uzuho – 19 anos – Guarda Redes – Nigéria – RCD Deportivo

Apesar da tenra idade, Uzuho é o provável titular da seleção da Nigéria. No seu clube, já se estreou pela equipa principal e participou em 2 jogos da La Liga desta temporada, tendo conseguido manter a baliza inviolável numa das partidas. Entra no Mundial contando 6 internacionalizações na sua caderneta e promete ser um dos jogadores nigerianos em foco. Na fase de grupos irá enfrentar oponentes de topo mundial e terá aqui uma belíssima montra para mostrar o seu potencial. Destaca-se pela sua agilidade, rapidez de reação e capacidade como shot-stopper.

 

Nahitan Nandez – 22 anos – Médio Centro – Uruguai – Boca Juniors

Um dos jogadores mais utilizados por Óscar Tabarez na campanha de qualificação do Uruguai e constante presença nos amigáveis de preparação para o Mundial foi Nahtian Nandez, um médio centro de raiz que no Uruguai é deslocado para a ala direita. As suas características conferem-lhe muita versatilidade: pode jogar a 6 num duplo pivot, a médio centro num 443, ou como ala num 442, como faz na seleção. Nandez é um jogador agressivo na pressão, com bons números em termos de recuperações de bolas e nos desarmes e consegue abarcar um enorme raio de ação dentro do campo. A sua intensidade permite-lhe afetar o jogo em ambas as áreas e bater os seus opositores diretos em lances de 1×1 ou tabelando com um colega e progredindo dessa forma no terreno. Possui uma técnica de passe muito apurada, quer em passes curtos ou em profundidade.

 

Lee Seung-woo – 20 anos – Extremo Esquerdo – Coreia do Sul – Hellas Verona

O jovem extremo coreano teve uma longa passagem pela famosa quinta de talentos do Barcelona, a La Masia, antes de se mudar, no inicio desta época, para o Hellas Verona que militava na Serie A italiana. Apesar dos poucos minutos que acumulou pela equipa italiana, conseguiu fazer-se notar para ser convocado para esta edição do Mundial. Ainda não é certo que tenha lacrado a sua presença entre os titulares dessa seleção, mas perfila-se como um jogador que se pode destacar dos seus pares e ser uma das surpresas desta edição do campeonato do mundo. Sendo um jogador baixo, possui um centro de gravidade que lhe confere uma agilidade muito grande e uma capacidade fantástica em mudar a direção da sua corrida. É especialmente forte no drible, precisamente por isso e pela habilidade em manter a bola sempre muito junta dos seus pés. Partindo da esquerda, procura muito os terrenos centrais, onde pode também fazer a diferença pela sua capacidade de passe e de coordenar o ataque da sua equipa.

https://vimeo.com/275279357

 [:]