Menu Close

[:pt]Copa do Brasil 2018: Um “novo” Campeão[:]

[:pt]O Brasil tem um “novo” campeão da Copa do Brasil. Pela primeira vez vimos uma equipa ser bicampeã da principal copa nacional. Assim como os demais participantes da Copa Libertadores de 2018, o Cruzeiro iniciou sua jornada nos oitavos de final da Copa do Brasil. Durante sua trajectória eliminou o Atlético Paranaense, Santos e Palmeiras antes de chegar à final da competição.

No jogo da 1ª mão da final, tivemos dois tempos distintos. Na primeira etapa vimos um Corinthians reactivo (última moda entre os novos treinadores brasileiros, mas que nem sempre dá certo) e um Cruzeiro buscando propor o jogo. Tendo uma equipa com melhores jogadores e com um treinador mais preparado (está há mais de 2 anos no comando da equipe – praticamente um milagre em terras brasileiras), conseguiu marcar o seu golo ao fim dos 45 minutos. Na segunda etapa e com o Cruzeiro em vantagem, o jogo caiu em qualidade. O Corinthians manteve sua estratégia e o Cruzeiro ficou satisfeito com o resultado. Ao término do jogo, mesmo tendo mantido a maior posse de bola, o Corinthians não levou nenhum perigo ao guarda-redes Fábio, do Cruzeiro.

Estatísticas do jogo de ida da final da Copa do Brasil 2018

 

https://www.youtube.com/watch?v=nDmQAitvmSo

Como esperado, a partida decisiva da final foi mais emocionante. Foram mais de 90 minutos com muitas faltas, cartões, bolas na trave, golos e usos do VAR. Não foi uma final espectacular, de emocionar torcedores ao redor do mundo, mas foi um jogo bem mais movimentado do que o jogo de ida e mostrou que o Cruzeiro estava mais preparado para levantar a taça e garantir sua vaga directa para a Copa Libertadores 2019. Desta vez, o Corinthians precisava vencer a partida e mostrou-se um pouco mais activo, buscando realizar mais acções ofensivas do que no jogo anterior. Mesmo tendo melhorado seus números, o pragmatismo cruzeirense foi mais efectivo e, novamente, venceu a partida.

 

Estatísticas do jogo de ida da final da Copa do Brasil 2018

 

https://www.youtube.com/watch?v=R3BMQKsl77U

Ao observamos a estatística dos dois jogos, percebe-se que o Cruzeiro teve melhores números em variáveis extremamente importantes, como as grandes chances criadas, número de finalizações e defesas dos guarda-redes. Por sua vez, a equipe do Corinthians precisará de mais tempo para se reinventar, tendo em vista a enorme quantidade de jogadores vendidos durante a temporada. [:]