LIGA NOS: Reforços de Inverno, Parte I

LIGA NOS: Reforços de Inverno, Parte I

Boavista Futebol Clube – Lateral Esquerdo & Extremo

João Lucas | Lateral Esquerdo | 22 anos | Santa Clara

Chegou esta temporada ao Santa Clara proveniente do Leixões e começou a época como titular, até que na 5ª jornada da Liga é expulso frente ao Rio Ave e desde Setembro apenas jogou 45 minutos para a Taça de Portugal. João Lucas é um lateral mais ofensivo e que procura chegar-se várias vezes à frente, de modo a ser mais uma opção atacante para a equipa. É um jogador rápido e com qualidade técnica, procurando geralmente incursões pela ala esquerda seja em condução de bola ou tentando fazer o overlap. Tem um bom timing no desarme e é um jogador ágil. Depois do início como titular indiscutível, João Lucas tem estado lesionado e a sua entrada no onze não será fácil uma vez que a equipa orientada por João Henriques tem estado em bom plano. A saída temporária para o Boavista podia ser a melhor solução de modo ao lateral somar mais minutos.

Alex Kakuba | Lateral Esquerdo | 29 anos | PAS Giannina

Nos últimos anos fez grande parte da sua carreira em Portugal, até se ter transferido esta temporada para o PAS Giannina. A sua estadia no futebol grego não está a ser propriamente feliz e soma apenas cinco jogos, tendo estando em campo pela última vez já há um mês. Alex Kakuba representou o Feirense em Portugal nas últimas temporadas e destaca-se por ser um lateral particularmente ofensivo. O ugandês é um jogador rápido e ágil, que gosta de aparecer no último terço. Geralmente procura fazer o chamado overlap, tentando depois o cruzamento para os companheiros. Tem alguma experiência de 1ª Liga Portuguesa e isso também é um factor a ter em conta. Não estando a ser feliz em solo grego, Kakuba certamente verá com bons olhos um retorno a Portugal.

Christian Kouakou | Extremo | 27 anos | Livre

O extremo costa-marfinense evidenciou-se ao serviço do Tours em França, tendo posteriormente o Caen avançado para a sua contratação. Ao serviço da equipa da Ligue 1 nunca se afirmou e é agora um jogador livre, após o seu contrato ter expirado. Christian Kouakou é um jogador extremamente versátil, podendo actuar nas duas alas e inclusive como avançado, sempre num perfil mais móvel. Destaca-se pela sua agilidade e velocidade, tendo também qualidade técnica para desequilibrar individualmente. Procura movimentos de ruptura nas costas da defesa adversária e também é forte no capítulo da finalização. O costa-marfinense não é um jogador “cerebral”, mas tem um perfil extremamente útil para a equipa de Jorge Simão que prima pelas transições rápidas. Christian Kouakou para além de experiência, tem também qualidade e sendo um jogador livre, poderá ser um alvo interessante para o Boavista e sem grandes encargos.

Barnes Osei | Extremo | 23 anos | FC Paços Ferreira

Já foi treinador por Jorge Simão em Paços de Ferreira, ainda os castores estavam na 1ª Liga. Depois de uma temporada emprestada ao Arouca regressou à equipa pacense, mas não é um jogador importante para Vítor Oliveira. Barnes Osei é essencialmente um velocista, tendo na capacidade de aceleração e na velocidade as suas principais armas. É forte a explorar os espaços com movimentos de ruptura, bem como algo imprevisível em zonas avançadas, tendo qualidade técnica para causar problemas aos seus opositores. Joga essencialmente pelo corredor e procura progredir com bola, tentando passar pelo seu adversário e servir os avançados. Não é um dos homens importantes no ataque do Paços de Ferreira à 1ª Liga e um empréstimo ao Boavista seria interessante para todas as partes.

Clube Desportivo Tondela – Médio Centro & Extremo

Aymen Tahar | Médio Centro | 29 anos | Boavista FC

Soma 0 minutos na presente época pela equipa do Boavista, pese já tenha mostrado pormenores interessantes e ter sido aposta em épocas anteriores. Aymen Tahar esta época, não entra claramente nas contas de Jorge Simão e mudar de ares será a melhor solução para o médio que tem dupla nacionalidade (inglesa e argelina). Tanto pode jogar na posição 6/8, sendo ainda assim na sua maioria mais criativo e que gosta de ter bola, apesar da sua competência também nas tarefas defensivas. Tem qualidade de drible curto, bem como de passe, procurando envolver os colegas no jogo. Defensivamente posiciona-se bem e é rápido a reagir, antecipando-se várias vezes aos seus opositores. O Boavista não deverá colocar entraves no negócio e o Tondela ganharia uma opção de qualidade, já com experiência de Liga Portuguesa.

Filipe Melo | Médio Centro | 29 anos | GD Chaves

Está há duas épocas no Desportivo de Chaves, mas tem jogado muito pouco na equipa flaviense e a saída poderá ser a única solução para somar mais minutos. Filipe Melo é um médio essencialmente de cariz defensivo, para jogar à frente dos centrais e manter o equilíbrio defensivo da equipa, contribuindo pouco para a manobra ofensiva. Destaca-se pelo posicionamento, a capacidade de antecipação e qualidade no desarme. É essencialmente um jogador de equipa e a sua experiência poderia ser também importante para o Tondela, que certamente lutará para evitar a despromoção. A equipa beirã não terá grande disponibilidade financeira para reforços e Filipe Melo sendo um jogador extremamente fiável e conhecedor da realidade portuguesa, seria uma opção em conta.

Kukula | Extremo | 25 anos | Leixões SC

Representa o Leixões já há duas temporadas e tem sido figura importante na equipa de Matosinhos. Kukula já tem experiência de 1ª Liga ao serviço do Marítimo, embora tenha sido apenas presença intermitente na equipa madeirense e nunca um titular indiscutível. O extremo cabo-verdiano agora mais experiente, atravessa a melhor fase da sua carreira ao serviço do Leixões. É um jogador extremamente rápido e ágil, procurando situações de 1×1 na linha para desequilibrar. Fruto da sua velocidade, tenta geralmente colocar a bola na frente e bater o seu opositor. Procura também movimentos de ruptura nas costas da defesa adversária, tentando explorar a profundidade. O cabo-verdiano seria uma opção interessante para o Tondela, visto que Pepa pretende extremos com este perfil mais traçado para as transições rápidas.

Terrence | Extremo | 20 anos | AD Sanjoanense

Chegou esta temporada a Portugal para actuar no Campeonato Nacional, proveniente do Costa do Sol de Moçambique. O extremo actua pela Sanjoanense e desde que chegou, participou em todos os jogos pela equipa de São João da Madeira. Terrence é um jogador também ele com um perfil talhado para uma equipa que aposte em transições rápidas, fruto da sua velocidade e capacidade em segurar jogo ou desequilibrar individualmente. Os cruzamentos são também outro dos seus pontos fortes e um pouco à imagem de Kukula, tende a tocar na frente e tentar bater o opositor devido à sua capacidade aceleração. É um jogador ainda jovem e que necessita de experiência, sendo um jogador mais a pensar numa perspectiva futura. Ainda assim demonstra qualidade e seria sempre uma opção barata, que demonstra parecenças no seu jogo, até nas fintas, com o brasileiro Hulk que já passou pelo Futebol Clube Porto.

Club Sport Marítimo – Defesa Central & Médio Defensivo

Diego Ivo | Defesa Central | 29 anos | Paysandu

Fez toda a sua carreira no Brasil com excepção para a primeira metade da época de 2017, onde representou o Moreirense. Diego Ivo representa actualmente o Paysandu, tendo sido titular habitual na equipa brasileira, envergando inclusive a braçadeira de capitão em alguns jogos. O central destaca-se pela sua qualidade no jogo aéreo, pelo seu posicionamento e pelo timing de desarme. Demonstra também alguma velocidade e é um jogador extremamente possante, sendo capaz de travar duelos físicos com avançados deste perfil. Apesar da velocidade não é propriamente um jogador ágil. Já é um jogador feito e não precisaria de um período de adaptação antes de saltar para o onze.

Nino | Defesa Central | 21 anos | Criciúma

Afirmou-se definitivamente no Criciúma esta temporada e foi uma das agradáveis surpresas da Série B brasileira. O jovem central Nino seria um reforço muito interessante para o Marítimo, quer pela qualidade e inclusive a pensar num caso de retorno financeiro futuro como Raúl Silva e Pablo Santos. É um jogador forte no jogo aéreo, com um bom sentido posicional e com boa compreensão do timing de desarme. Também é relativamente rápido e em comparação com Diego Ivo, tem as vantagens de ser muito mais ágil e mais forte no capítulo do passe. Tem apenas 21 anos e ainda lhe falta alguma experiência, mas atendendo à qualidade que demonstra poderia ser um investimento a ter em conta da parte do Marítimo.

Erdem Sen | Médio Defensivo | 29 anos | Ankaragucu

Já representou o Marítimo durante duas épocas e mostrou-se a bom nível na equipa maritimista, no tempo em que esteve no clube. Esta temporada saiu para o Ankaragucu, mas esteve presente em apenas um jogo pela equipa turca e esse estatuto de jogador dispensável, não deverá agradar certamente a Erdem Sen. O médio não é um jogador de perfil criativo, destacando-se essencialmente pelo seu trabalho defensivo. É um jogador com um índice de trabalho em prol da equipa bastante elevado e que consegue com o uso do corpo, segurar a bola em situações de pressão. Destaca-se também por ser forte no desarme e por ler bem o jogo, antecipando-se em determinadas situações fruto dessa qualidade. Este regresso à Liga Turca não está a correr de feição ao médio um regresso ao Marítimo seria certamente bem visto por Erdem Sen, de modo a voltar a somar minutos de jogo.

Simão Mate | Médio Defensivo | 30 anos | Livre

O experiente médio moçambicano encontra-se actualmente sem clube, depois de ter terminado a sua ligação com o Al Ahli, equipa do Qatar. Aparentemente o empresário de Simão Maté, é o mesmo que representa Zainadine e Francisco Simbine, dois centrais moçambicanos que atuam no Marítimo. O médio que se destacou essencialmente ao serviço do Panathionaikos e do Levante, seria certamente um reforço de luxo para a equipa do Marítimo. É um jogador essencialmente defensivo, que se destaca pela qualidade física e pelo índice de trabalho em função da equipa. Posicionalmente é muito forte, destacando-se também pela qualidade no desarme e pela habilidade nos duelos aéreos. Não se envolve muito nos movimentos ofensivos, ficando geralmente sempre à frente dos centrais. O salário seria o grande entrava para o negócio ser feito, mas já numa fase descendente da carreira a Liga Portuguesa poderia ser interesse para Simão Mate regressar aos relvados.

Clube Desportivo Aves – Médio Defensivo & Avançado

Bouba Saré | Médio Defensivo | 28 anos | Livre

O médio internacional pelo Burquina Faso encontrasse atualmente sem clube e já com experiência de Liga Portuguesa, seria um reforço interessante para o CD Aves. É um jogador de cariz mais defensivo, com uma boa mentalidade colectiva e forte no capítulo da recuperação de bola. Apesar de não se envolver muito no jogo ofensivo e ser presença pouco habitual no último terço, tem qualidade de passe longo. Destacar também a sua qualidade no jogo aéreo, sendo um jogador importante quer em lances de bola parada defensivos ou ofensivos. O facto de se encontrar livre pode facilitar o negócio, ganhando José Mota uma opção de qualidade para o miolo do terreno.

Fabinho| Médio Defensivo | 24 anos

Formado no Feirense, Fabinho era uma das principais promessas da equipa Fogaceira, tendo sido um dos pilares na subida à 1ª Liga da equipa de Santa Maria da Feira em 2015/2016. Actualmente representa o Famalicão, mas não se tem conseguido afirmar no conjunto de Sérgio Vieira. O médio é um jogador especialmente criativo e talhado para jogar nas posições mais adiantadas do centro do terreno. Destaca-se pela qualidade de passe e pela visão de jogo. Acrescentaria qualidade a decidir no último terço, podendo aproveitar a velocidade dos extremos do CD Aves ou os movimentos de ruptura de Derley. O Famalicão está na luta pela subida de divisão, mas não deverá colocar grandes entraves à saída de Fabinho, uma vez que não é um dos indiscutíveis.

Lolo Plá | Avançado | 25 anos

Fez a maioria da sua carreira em Espanha, tendo, no entanto, representado a equipa secundária do Benfica durante época e meia. Lolo Plá representa actualmente o Recreativo Huelva, por empréstimo do Elche e mesmo no Huelva tem tido muito poucos minutos. O avançado é um jogador móvel e que tanto pode alinhar a avançado centro, como numa das alas. Tecnicamente tem qualidade e destaca-se pelos movimentos de ruptura sem bola. É também um jogador rápido com capacidade na condução de bola e relativamente ágil. Lolo Plá estará certamente insatisfeito com a falta de minutos no Recreativo Huelva e veria com bons olhos uma mudança, de modo a ser opção regular noutras paragens.

Matheus Peixoto | Avançado | 23 anos

Destacou-se ao serviço do Bragantino, chamou a atenção do Sport Recife e esteve emprestado à equipa do Brasileirão desde Setembro até agora, altura em que a principal liga Brasileira terminou. Matheus Peixoto é um homem maioritariamente de área, extremamente possante e que tem no jogo aéreo uma das suas principais armas, muito por causa da sua capacidade de impulsão. Consegue jogar de costas para a baliza também, oferecendo apoios frontais simples, pese embora não procure tabelas para depois receber no espaço. Tem alguns movimentos sem bola interessantes, procurando receber nas costas da defesa para depois solicitar algum colega na grande área que possa finalizar. Para uma equipa como o CD Aves que usa um estilo de jogo mais directo e onde é importante ter uma referência para ganhar as bolas pelo ar, o jovem Matheus Peixoto seria um reforço interessante.

Clube Desportivo Feirense – Médio Centro & Extremo

Merlin Tandjigora | Médio Centro | 28 anos | Belenenses

O gabonês cumpre a sua segunda temporada no Belenenses, mas nunca se conseguiu impor e esta temporada só soma minutos pela equipa Sub23. O médio é um jogador interessante e acaba até por ser estranho a falta de oportunidades em Belém. É um jogador extremamente útil no momento defensivo, fruto do seu posicionamento e também da qualidade de desarme. Destacar também a sua velocidade e agilidade, bem como a entrega colectiva. Ofensivamente não desequilibra de modo individual, mas tende a tomar boas decisões no passe. Seja a procurar colegas entre linhas, ou movimentos do lateral, endereçando a bola com qualidade e para que este tenha oportunidade de cruzar sem pressão. O Belenenses não deverá colocar entraves para a saída do gabonês e Merlin Tandjigora teria certamente interesse em mudar de ares, inclusive para tentar regressar à seleção do Gabão

Francisco Ramos | Médio Centro | 23 anos | Vitória SC

Trabalhou com Luís Castro na equipa B do Futebol Clube Porto e reencontrou este ano o técnico em Guimarães. Na equipa B dos azuis brancos somou imensos jogos com Luís de Castro ao comando, mas este ano apenas tem 34 minutos somados, na eliminatória para a Taça de Portugal frente ao Valenciano. Francisco Ramos não entra nas contas do actual treinador dos vitorianos e o melhor será procurar uma solução. O médio é um jogador bastante talentoso e com um perfil mais criativo. Destaca-se pela sua qualidade de passe e visão de jogo, procurando envolver os colegas seja através de movimentos de ruptura ou passes entre linhas. Procura gerir o ritmo de jogo da equipa e joga facilmente a um/dois toques. Esta falta de oportunidades para alguém que até foi presença assídua nos escalões jovens da selecção portuguesa, não deve agradar a Francisco Ramos que terá certamente interesse em dar um novo rumo à sua carreira.

Diogo Rosado | Extremo | 28 anos | Livre

Formado no Sporting e tido como mais uma das grandes esperanças a sair da academia leonina, Diogo Rosado não confirmou esse potencial. Fez a sua carreira por clubes de menor nomeada e actualmente é um jogador livre, após ter terminado o seu contrato com o Gaz Metan. O extremo não é muito rápido, característica comum em quem actua nesta zona do terreno. Ainda assim é tecnicamente evoluído, com uma excelente capacidade de controlo de bola e bastante imprevisível no último terço. Destaca-se também pela qualidade do passe na procura dos movimentos de ruptura dos seus companheiros e na capacidade de cruzamento, sendo inclusive responsável por cobrança de bolas paradas em algumas das equipas pelas quais passou. Sendo um jogador livre é provavelmente uma solução acessível, podendo as dúvidas para a sua contratação residirem na sua capacidade física.

Kobamelo Kodisang | Extremo | 19 anos | AD Sanjoanense

Chegou esta temporada a Portugal para actuar no Campeonato Nacional, proveniente do Bidvest Wits equipa da África do Sul. Provavelmente é o valor jovem mais interessante do Campeonato de Portugal e com potencial para chegar a outros voos. Kobamelo Kodisang tem 19 anos e é presença habitual nas selecções jovens da África do Sul. Pode actuar como extremo ou médio ofensivo e quem sabe até com mais maturidade, também no corredor central na posição “8”. É um jogador com muita qualidade com bola, extremamente ágil, muito rápido e tecnicamente evoluído. Apesar da tenra idade não tem problemas em assumir, procurando várias vezes a bola e é um jogador extremamente imprevisível no último terço. O Feirense já teve nas suas fileiras Peter Etebo que rendeu bom dinheiro aos cofres dos Fogaceiros e Kobamelo apresenta qualidade e versatilidade como o nigeriano, podendo ser um nome a ter em conta.

Grupo Desportivo Chaves – Guarda-Redes & Avançado

Giorgi Makaridze| Guarda-Redes | 28 anos | Rio Ave FC
​Foi uma das revelações da Liga Portuguesa em 2016/2017 e viu o seu nome ser associado a clubes como o Sport Lisboa e Benfica. Acabou por transferir-se para o Rio Ave, mas a sua estadia nos vilacondenses está a ser extremamente infeliz e o internacional A pela Geórgia nunca se conseguiu impor. Giorgi Makaridze é um guarda-redes que se posiciona bem, sendo ágil e flexível, bem como uma reacção rápida. Demonstra pormenores de liderança, dando indicações aos colegas e tentando corrigir erros posicionais que estes estejam a cometer. Não é tão forte fora dos, procurando apenas sair da sua zona de conforto em último recurso. Não conta para o Rio Ave e Makaridze certamente tem interesse em dar um novo rumo à sua carreira, de modo até a poder ser chamado novamente à selecção da Geórgia.

Vagner | Guarda-Redes | 32 anos | Qarabag FK

Fez grande parte da sua carreira em Portugal, ao serviço do Estoril de Praia. Depois de uma aventura na Bélgica regressou a Portugal, para representar o Boavista e está actualmente no Qarabag. Pela formação azeri já fez alguns jogos, mas não tem sido titular indiscutível. Vagner é um guarda-redes extremamente experiente e muito forte a jogar entre os postes. É um guarda redes rápido a reagir e extremamente ágil. Posiciona-se bem entre os postes e mostra-se bastante dinâmico, sempre muito focado no remate dos adversários. Tem alguma qualidade também em passes longos, podendo lançar companheiros rápidos na frente apanhando a equipa adversária em contrapé. A sua experiência é também uma valência importante e o GD Chaves ficaria agradado certamente com um guarda-redes, deste nível. O único senão deverá ser o salário auferido pelo brasileiro, mas a sua vontade em ser titular indiscutível poderá fazer com que este force a saída.

Kwame Nsor | Avançado | 26 anos | Académico Viseu

Neste momento é a par de Fabrício Simões (Famalicão), o melhor marcador da 2ª Liga Portuguesa com 7 golos em 12 jogos. Kwame NSor é o responsável por praticamente 50% dos golos do Académico de Viseu na 2ª Liga. O avançado ganês é um jogador letal, destacando-se obviamente a sua capacidade em finalizar. Dada a sua altura e capacidade de impulsão é forte no jogo aéreo, mas também é um jogador rápido e que procura movimentos de ruptura para receber no espaço. Apesar de aparentar ser um jogador franzino (73kg sensivelmente), o avançado é forte fisicamente, conseguindo segurar a bola perante a pressão dos defesas e esperar por apoios dos colegas. Kwame NSor tem 26 anos e está no ponto para dar o salto para o principal escalão português, podendo ser o finalizador que o GD Chaves necessita.

Iyayi Atiemwen| Avançado | 22 anos | HNK Gorica

É um dos principais artilheiros da Liga Croata e destaca-se pela sua extrema versatilidade, podendo actuar como avançado, extremo, nas costas do avançado e até no corredor central. Esta temporada afirmou-se no HNK Gorica e participou em 17 dos 18 jogos que a equipa croata disputou. Iyayi Atiemwen traria versatilidade ao GD Chaves para poder desempenhar várias posições, mas acima de tudo qualidade. O nigeriano é um jogador extremamente veloz e ágil, com uma capacidade de condução de bola acima da média. É um jogador imprevisível com capacidade para ludibriar os seus opositores no último terço e que procura também movimentos de ruptura nas costas da defesa. Em condução tenta colocar a bola na frente e usar a sua velocidade para bater o seu opositor, apesar de já demonstrar alguma qualidade a soltar o último passe. Destacar também a sua qualidade na cobrança de bolas paradas, especialmente livres directos. O HNK Gorica estará certamente reticente a vender o nigeriano e estando valorizado, o negócio não deverá ser fácil para o GD Chaves. Ainda assim é um nome a ter em conta e que valeria certamente um esforço financeiro por parte da equipa flaviense.

Artigo escrito por Jorge Ferreira

About The Author

ProScout

A ProScout analisa o futebol do ponto de vista individual e colectivo, procurando identificar dinâmicas que possam ser discutidas no âmbito do contexto técnico-táctico.

Related posts