Menu Close

Bernardo Silva – Análise ao hat-trick

Bernardo Silva fez o primeiro hat-trick da carreira profissional ontem, frente ao Watford. Vamos analisar como foram os três golos do pequeno génio.

Canto marcado por De Bruyne. Vários jogadores do City fazem um movimento em direção ao primeiro poste, mas a bola é batida para a zona onde está Otamendi e Bernardo. Devido às movimentações, o defesa que marca o português está atento ao primeiro poste, e deixa Bernardo sozinho nas costas. Quando a bola é desviada em Otamendi, o defesa demora muito tempo a reagir. Bernardo como sabe que não vai ganhar uma disputa aérea, é inteligente ao atacar o espaço onde a bola pode cair para finalizar.

No segundo golo Bernardo já percebeu a jogada antes desta se concretizar. Ele posiciona-se de forma a estar livre de marcação (dois defesas do Watford não estão a marcar ninguém) e de forma a poder receber orientado e ficar de frente para a baliza. Bernardo percebe que os defesas deixaram muito espaço livre, e sabe que o passe de David Silva vai sair para essa zona. Mas ele não ataca o espaço antes do passe ser feito, pois isso ia atrair a marcação dos defesas. Ele faz o movimento quando o passe é feito e fica num 1v1 com o guarda-redes.

Assim que De Bruyne recebe a bola em posição de cruzamento, Bernardo percebe a inteção do belga. Sabe que o passe vai fazer a trajetória da linha, e ataca o espaço destacado. Bernardo começou a correr para esse espaço mais cedo que o defesa pois percebeu primeiro aquilo que De Bruyne ia fazer. Com esta inteligência tática ganhou a frente do lance e conseguiu fazer golo.