Menu Close

As novas dinâmicas da dupla de ataque do Benfica

Com a partida de João Félix e Jonas, os responsáveis encarnados asseguraram as contratações de Raúl de Tomás e Carlos Vinícius, mantendo no seu plantel outros nomes que podem entrar nas contas de Bruno Lage para a dupla de atacantes do seu 4-4-2, como Seferovic, Taraabt, Jota e Chiquinho.

Qual será a dupla no eixo ofensivo encarnado?  Esta questão ainda é uma grande incógnita, mas decidimos elaborar um esboço daquilo que poderá estar na cabeça da equipa técnica.

  • Carlos Vinícius / Seferovic– Pelas suas características de nº 9, o brasileiro será um reforço para trazer mais concorrência ao suíço Seferovic. Ambos possantes fisicamente, exploram a profundidade e costas das defesas adversárias, sendo a principal referência dentro da área. Uma dupla formada por ambos, embora improvável, não será impossível de se assistir ao longo da temporada, sobretudo em jogos em que será necessária mais presença dentro da área. Contudo, será sempre vista como uma opção de último recurso.
  • Raúl De Tomás / Carlos Vinícius ou Seferovic – Como Bruno Lage indicou ainda recentemente, a equipa terá de reinventar novas dinâmicas com as ausências de Jonas e Félix e que os reforços não terão necessariamente de ter o mesmo tipo de características de ambos. Se recuarmos no passado, as águias tiveram duplas como Cardozo e Lima ou Lima e Rodrigo que tanto sucesso fizeram para os lados da Luz. Não será descabido pensarmos numa frente de ataque composta por um Raúl De Tomás a procurar movimentos em largura, em trocas constantes com os extremos encarnados, e com um ponta de lança mais de referência na frente como Vinícius ou Seferovic.
  • Raúl De Tomás / Chiquinho – Esta opção foi já testada nesta pré-época, com o português a jogar como segundo avançado nas costas de RDT e que vai ligando jogo entre o meio campo e o ataque, enquanto o reforço espanhol vai dinamizando o ataque com movimentos em largura e em profundidade. Além da qualidade de passe (até no último passe) e visão de jogo que Chiquinho poderá trazer à posição, defensivamente e pela características de médio, pode ser uma peça importante para ajudar a fechar o meio campo em certos jogos. O médio português também pode ser opção no lugar habitualmente ocupado por Pizzi, médio direito.
  • Taarabt como segundo avançado ou organizador – Outra possibilidade testada será a inclusão de Taraabt numa posição mais avançada do terreno, procurando recuperar os anos de glória que o Marroquino viveu em Inglaterra nessa posição. Neste contexto, o Benfica poderá ganhar alguém que nas costas de um avançado, tenha um remate de média distância muito poderoso, qualidade no último passe e uma presença física mais imponente. Adel também pode partir de posições mais recuadas e de frente para o jogo para decidir com critério e fazendo uso da sua qualidade técnica.
  • Jota – A sucessão de Jonas e Félix poderá passar novamente pela “fábrica” do Seixal e mais concretamente por Jota. O jovem de 19 anos pode dar à frente de ataque velocidade, criatividade técnica, irreverência, capacidade de remate de média distância e desmarcações de ruptura quer em profundidade, quer em largura. Esta opção tem vindo a ser trabalhada, já desde o final da época passada e agora em todos os jogos da pré-temporada. Os resultados são satisfatórios e demonstram que o menino parece estar mais solto e à vontade na posição, ele que originalmente até fez a sua formação como extremo. Muito inteligente na forma como explora os espaços entre-linhas como foi exemplo no jogo contra o Chivas.

São várias as opções e todas elas válidas e que trazem coisas completamente distintas ao jogar da equipa. Será necessário encontrar uma dupla atacante que ganhe rotinas e entrosamento entre si e com o resto da equipa. No entanto, não será descabida a existência de um plano B, formada por uma outra dupla com características distintas mas que tragam outros problemas aos adversários. As várias soluções permitem à equipa técnica comandada por Bruno Lage adoptar diferentes estratégias ao longo desta temporada.