Euro 2016: Análise Grupo C

Euro 2016: Análise Grupo C

Alemanha, Irlanda do Norte, Polónia e Ucrânia disputam o Grupo C do Euro 2016. Os alemães e os polacos voltam a enfrentar-se depois de terem sido adversários na fase de qualificação.

A selecção de Joachim Löw parte como uma das favoritas à conquista da Europa mas tem no seu grupo adversários com capacidade para discutirem as vagas à próxima fase. A Polónia surge como principal adversário pela qualidade que evidencia mas a Irlanda do Norte, estreante em Europeus, e a Ucrânia com muitos jovens a despontarem, são conjuntos a ter em conta.

 

Alemanha: Os germânicos terminaram no 1º lugar do seu grupo com 22 pontos, mais um que a Polónia. A campanha não foi feita sempre de momentos positivos como a derrota frente à Irlanda o demonstra.

As ausências de peso de Lahm, Klose, Reus e muitos outros constitui um revés para os campeões mundiais. Lahm e Klose retiraram-se da selecção e Reus teve o azar a bater-lhe à porta por falhar mais uma competição devido a lesão.

Com um plantel recheado de craques, a Alemanha tem na sua organização, dinâmica e identidade as suas principais armas. Muller assume o papel de jogador talismã em fases finais, na qualificação fez 9 dos 24 golos apontados. Um dos jogadores mais inteligentes da actualidade.

XI Tipo (4-3-3): Neuer, Höwedes, Hummels, Boateng, Hector, Kroos, Khedira, Müller, Özil, Draxler e Gomez.

muller

 

Irlanda do Norte: A grande surpresa da fase de qualificação tem como responsável o técnico Michael O’Neill. A Irlanda do Norte terminou em 1º lugar à frente da Roménia e garantiu a sua primeira presença numa fase final de um Europeu.

As ‘armas verdes e brancas’ são imprevisíveis do ponto de vista posicional, tendo já utilizado o 4-3-3, 4-1-4-1, 4-3-2-1 e até mesmo o 3-5-2. Este arsenal táctico pode dificultar a acção dos seus adversários

Lafferty é o jogador mais desta selecção com 7 golos em 16. O avançado do Norwich City de 28 anos é a referência ofensiva de um conjunto que procura continuar a escrever história.

XI Tipo (4-3-3): Carroll, McLaughlin, McAuley, J Evans, Cathcart, Baird, Norwood, Davis, Dallas, Ward e Lafferty.

lafferty

 

Polónia: As ‘águias brancas’ chegam a esta fase depois do 2º lugar no grupo da Alemanha, ficando a um ponto dos germânicos. O maior feito foi a vitória por 2-0 sobre os mesmos. Em França, procuram fazer o que nunca conseguiram, ganhar um jogo num Europeu.

Os impressionantes 33 golos apontados em apenas 10 jogos, são o grande cartão de visita desta selecção orientada por Adam Nawalka. Ofensivamente, um dos conjuntos mais temíveis da prova.

Quem tem Lewandowski tem tudo. O avançado fez 42 golos em 46 jogos pelo Bayern Munique esta temporada e foi o melhor marcador da qualificação com 13 golos. Chega ao Euro com a confiança máxima.

XI Tipo (4-4-2): Fabiański, Piszczek, Glik, Pazdan, Jędrzejczyk, Błaszczykowski, Krychowiak, Zieliński, Grosicki, Milik e Lewandowski.
lewa

 

Ucrânia: A selecção comandada por Mykhaylo Formenko beneficiou do alargamento do Europeu para 24 equipa. A Ucrânia terminou em 3º na fase de grupos e teve de ultrapassar a Eslovénia no play-off para carimbar a viagem até França.

Com apenas 5 golos sofridos em 12 jogos, os ‘amarelos-azuis’ chegam com o estatuto de defesa organizada e com capacidade para anular as ofensivas contrárias. Uma selecção jovem e com muitos valores individuais.

Apesar da boa consistência no sector mais recuado, é na frente que a Ucrânia tem os seus melhores elementos. Yarmolenko e Konoplyanka são dois extremos que podem decidir partidas a qualquer momento. Muita atenção ao jogo exterior deste conjunto.

XI Tipo (4-3-2-1): Pyatov, Fedetskiy, Khacheridi, Rakitskiy, Shevchuk, Stepanenko, Rotan, Garmash, Yarmolenko, Konoplyanka e Zozulya.

yarmo

Calendário:

12 Junho

Polónia – Irlanda do Norte 17h (Allianz Riviera, Nice)

Alemanha – Ucrânia 20h (Stade Pierre-Mauroy, Lille)

16 Junho

Ucrânia – Irlanda do Norte 17h (Parc OL, Lyon)

Alemanha – Polónia 20h (Stade de France, Paris)

21 Junho

Irlanda do Norte – Alemanha 17h (Parc des Princes, Paris)

Ucrânia – Polónia 17h (Stade Vélodrome, Marseille)

Sobre o Autor

ProScout

A ProScout analisa o futebol do ponto de vista individual e colectivo, procurando identificar dinâmicas que possam ser discutidas no âmbito do contexto técnico-táctico.

Artigos relacionados