Menu Close
[:pt]

Neste segundo dia de prova tivemos mais dois confrontos, Itália vs Rússia e, aquele que seria o jogo grande da jornada, Alemanha vs Suécia.

ITÁLIA VS RÚSSIA

Jogo muito importante para estas seleções uma vez que estão no mesmo grupo que Suécia e Alemanha. Seria bastante importante conquistar pontos neste jogo tendo em conta a dificuldade dos próximos jogos.

A Itália iniciou o jogo num 4X4X2 enquanto a Rússia preferiu um 4X1X4X1, atuando com um pivô defensivo no meio-campo.

Contrariando aquilo que se esperava deste jogo a Itália começou o jogo com o bloco baixo, com todas as jogadoras atrás da linha da bola e sem pressionar a portadora da bola. Por outro lado, a Rússia entrou com um bloco alto e pressionante e sempre muito agressivas sobre a portadora da bola. Com esta falta de pressão por parte da seleção italiana, as russas conseguiram chegar ao golo muito cedo, num lance onde a defesa italiana ficou claramente a ver jogar.

Após o golo a Itália tentou subir as suas linhas e pressionar mais alto a equipa russa, que embora se encontrasse em vantagem não deixava de pressionar alto e ir á procura do segundo golo. Segundo golo que acabou por surgir num pontapé de canto ainda nos primeiros 30 minutos de jogo. Ao chegar ao 0-2, a Rússia passou a ser uma equipa mais pragmática baixando as suas linhas para o seu meio-campo defensivo e pressionando só nesse mesmo espaço.

Nestes primeiros 30 minutos de jogo a Rússia dominou a partida, após os dois golos deu a iniciativa de jogo à Itália que precisava de tentar recuperar da desvantagem.

Na segunda parte a Itália continuou à procura do golo, mas sem nunca criar grandes ocasiões de perigo, só nos últimos 10 minutos é que foi realmente capaz de criar situações para finalizar, acabando por conseguir reduzir o resultado.

it rus
Figura 1- Recuperações e duelos por Morozova

Esta vitória da Rússia deve-se muita à exibição de Morozova, não só pelo golo que marcou, mas por todo o trabalho que fez no meio-campo, recuperando bolas e ganhando todas as disputas de bola em que entrou.

Foi uma vitória justa por parte da Rússia e a Itália só tem de pensar que deveria ter entrado na partida da maneira como a acabou, a atacar e pressionante. Agora na próxima jornada irá defrontar a Alemanha e se perder ficará de fora da próxima ronda. De salientar que foi a primeira vez que a Rússia ganhou um jogo numa fase final de um Europeu. it rus2

it rus1

ALEMANHA VS SUÉCIA

Jogo entre as duas finalistas da ultima edição dos Jogos Olímpicos no Brasil e duas das mais fortes candidatas a ganhar o Europeu, por estas razões esperava-se um jogo de boa qualidade e equilibrado.

ger swe
Figura 2- Recuperações de bola na 1ª Parte

A Alemanha apresentou-se num 4x1x3x2 enquanto a Suécia optou pelo 4X4X2 clássico. Desde o inicio foi um jogo com intensidade elevada e grande equilíbrio, fundamentalmente na disputa de posse de bola entre as jogadoras do meio-campo.

Apesar da intensidade demostrada e de um ritmo de jogo elevado, principalmente nos primeiros 20 minutos, o equilíbrio entre as duas seleções prevaleceu onde nenhuma se superiorizou em relação à outra. Face a isto as oportunidades criadas na primeira parte foram escassas, mantendo-se assim o nulo.

Na segunda parte o jogo foi totalmente diferente, como nos mostra a figura 3, a Alemanha entrou com um bloco alto e pressionante e aquilo que tinha sido um duelo equilibrado passava a ser um jogo controlado pela Alemanha, limitando-se a Suécia a defender em bloco baixo e tentar sair em contra-ataque. Enquanto a Alemanha jogava em todo o campo, a Suécia ficava-se pela sua zona defensiva tendo jogado pouco tempo no último terço ofensivo.

ger swe2
Figura 3- Passes efetuados por cada equipa na 2ª Parte

Embora tivessem o domínio do jogo e a posse de bola, a realidade é que não conseguiam criar muitas situações de finalização perante o posicionamento defensivo da Suécia que era organizado e compacto, tendo como principal referência a central Fisher.

A par daquilo que tinha feito na última grande competição, a Suécia sentia-se confortável em jogar com o bloco mais baixo e sair em ataques rápidos, onde conseguiu criar uma grande ocasião para golo, talvez a melhor ocasião em todo o jogo.

Já por outro lado a Alemanha fazia passar todo o seu jogo ofensivo por Magull e pela sua capitã Marozán, eleita melhor jogadora em campo. Eram elas as duas que faziam a ligação defesa – ataque na equipa germânica e, principalmente Marozán, que dava criatividade à sua equipa.

Apesar disto a seleção alemã não conseguiu finalizar com sucesso as oportunidades que conseguiu criar e assim sendo o resultado aceita-se, embora as alemãs tenham jogado melhor. Veremos o que estas duas seleções irão fazer na próxima jornada.

ger swe 3 ger swe 4

[:]