Menu Fermer

Taça de Portugal: Benfica superior ao Valadares leva troféu pela 1ª vez

Jogou-se este sábado a final da taça de Portugal Feminina entre o Sport Lisboa e Benfica e o Valadares Gaia. Primeira final para a equipa da Luz que iniciou esta época este novo projeto, o Valadares por sua vez já tinha repetido o feito. Embora fosse a primeira vez para o Benfica, a equipa encarnada era a favorita á vitória.

O Valadares apresentou-se com Neide Simões; Sarinha, Inês Barge, Carolina Rocha, Rita Machado, Lúcia Alves, Micaela Matos, Raques Gomes, Andreia Freitas, Leandra Pereira e Mariana Campino. O Benfica iniciou o jogo com Dani Neuhaus, Daiane, Sílvia Rebelo, Tayla, Yasmim, Pauleta, Ana Vitória, Andreia Faria, Evy, Geyse e Darlene.

Desde o início se percebeu que o Benfica iriar ter mais posse de bola e atacar mais que o Valadares que iria por sua vez ter linhas mais baixas e tentar sair em ataques rápidos.

Na primeira parte, o Benfica procurou desde logo chegar ao golo com Darlene a comandar a organização do Benfica e Geyse como a jogadora mais procurada para finalizar, sendo dela uma das melhores oportunidades para fazer golo na primeira metade do jogo. O Valadares procurava defender bem com um, bloco compacto e linhas mais recuadas. A nível ofensivo teve como principal figura Lúcia que sempre que tinha a posse de bola tentava desequilibrar e criar perigo. A equipa de Gaia conseguiu fazer alguns remates á baliza encarnada, mas sempre com Dani e defender tranquilamente. Apesar do domínio encarnado o resultado foi um nulo ao intervalo.

Na segunda parte o jogo foi ainda mais de sentido único com o Valadares a acusar o cansaço do jogo. Aos 55 minutos o Benfica chega á vantagem através de uma marca de grande penalidade convertida por Darlene num lance onde a mesma sofreu falta. Após o golo o jogo ficou ainda mais fácil para as encarnadas que tiveram várias ocasiões para fazer golo muitas vezes negadas por Neide, guarda-redes do Valadares que fez uma exibição de alto nível. Com alguma naturalidade o Benfica chegou ao 2-0 novamente de uma bola parada, neste caso um livre direto á entrada da área cobrado por Yasmin. Com este segundo golo proveniente de uma falta que levou á expulsão de Mariana a equipa do Valadares viu as suas hipóteses ainda mais reduzidas.

O resto do jogo foi um pouco o espelho do que já se tinha passado no resto da partida com o Benfica sempre a dominar e a conseguir chegar várias vezes com perigo perto da equipa adversária. Com tanta avalanche ofensiva a equipa encarnada acabou por fazer o 3-0 por Ana Vitória aos 73 minutos e perto do fim novamente de penalty Evy fechou o resultado em 4-0. Perto do minuto 86.

Foi uma vitória justa do Benfica que foi superior em todos os momentos do jogo, o Valadares fez a sua parte e mostrou ser um justo finalista.