Menu Close
[:pt]Após épocas de destaque no Brasil que valeram o passe para a Europa, Gabriel Barbosa, mais conhecido por Gabigol, não conseguiu mostrar a sua qualidade e estatísticas falhando por duas vezes quer no Inter de Milão quer no Benfica, resultando num retorno ao Brasil. No entanto, este passo atrás mostrou-se compensador uma vez que Gabigol foi melhor marcador do Brasileirão com 18 golos, contabilizando ao todo 27 golos em 52 jogos realizados pelo Santos.

A grande época que Gabriel está a fazer no Brasil é impossível passar despercebida aos olhos dos outros clubes e, com a consequente abertura do mercado de transferências, começam-se a equacionar as diversas opções, surgindo o Palmeiras como um dos candidatos mais fortes na luta pelo jogador.

Uma vez que o jogador não conta para o Inter, o colosso de Milão vê aqui uma possibilidade de venda e, segundo se consta, o clube está interessado em fazer uma troca com o Palmeiras, incluindo as jovens promessas Luan Cândido e Alanzinho. Mas, quem são estes dois craques?

Natural de São Paulo, Alan de Souza Guimarães, mais conhecido por Alanzinho, é um médio ofensivo centro de 18 anos, nº 10 e responsável pela organização de jogo da equipa sub-20 do Palmeiras. É um jogador rápido, muito forte tecnicamente e em situações de um-para-um (os seus 1,63m de altura ajudam bastante nesta vertente). Muito deambulante na frente permitindo-lhe trocar constantemente as voltas aos defesas adversários, o internacional sub-17 pelo Brasil sai bastante privilegiado através de um futebol de posse onde adora vir buscar bola ao meio campo e conduzi-la com bastante critério e objetividade até ao ataque e causar jogadas de golo. Como alguns pontos de melhoria tem a pressão a efetuar ao portador da bola onde deve ser mais persistente e por vezes jogar mais simples e libertar a bola mais cedo para os seus companheiros de modo a não cortar o fluxo de uma jogada propícia ao golo.

 

O segundo destaque trata-se de Luan Cândido de Almeida, natural de Ubá (Minas Gerais) e defesa esquerdo de 17 anos. Atualmente a representar a equipa B do Palmeiras, o internacional sub-17 e sub-20 brasileiro é visto como a nova coqueluche do clube paulista. Um defesa com uma constituição um pouco fora de comum para a posição devido aos seus 1,84m mas que não o impede de ter muita velocidade e percorrer toda a ala esquerda como gosta de fazer. É um elemento crucial nas jogadas de ataque visto que oferece sempre linha de passe, assume bastante o jogo e é muito seguro com bola não tendo problemas em ir para cima dos adversários e tentar efetuar o cruzamento para a grande área. Devido a todo o seu à-vontade na ala esquerda este demonstra polivalência, podendo jogar a médio ou extremo esquerdo uma vez que consegue desequilibrar em qualquer dos três sectores do campo. Por outro lado, como defesa deverá melhorar o seu aspecto defensivo uma vez que se preocupa essencialmente em atacar, deixando muito espaço nas costas e que pode ser facilmente explorado pelo adversário. A juntar a isso, deverá aumentar a sua intensidade de jogo e pressão quando a bola está do seu lado.

 

Em suma, todas as partes podem sair a ganhar com esta troca de jogadores uma vez que para Gabigol o campeonato brasileiro é propício ao aumento das suas estatísticas e permite-lhe mostrar toda a qualidade que possui. Para o Palmeiras seria excelente contar com o melhor marcador do campeonato e fortalecer ainda mais a sua equipa para a próxima campanha. Por fim, o Inter ficaria com dois novos craques que, caso a sua adaptação à Europa e ao futebol europeu corram de feição, poderão ser casos de sucesso num futuro próximo.[:]