Geração 99 & 00: Vinícius, Sancho e Díaz

Geração 99 & 00: Vinícius, Sancho e Díaz

1999 e 2000 foram dois excelentes anos para a colheita do futebol nacional. A nível internacional a realidade não foi diferente, com a vantagem dos jogadores já se destacaram em algumas das maiores equipas europeias. Por cá continuam a brilhar nos Juniores ou nas equipas B na Ledman LigaPro.

Vinícius Jr, Jadon Sancho e Brahim Díaz são alguns dos exemplos dos jovens que têm dado que falar esta época. Em comum existe o facto dos três terem queimada etapas no seu processo de evolução. Apareceram muito jovens nas suas respectivas equipas e hoje já são garantias de sucesso com 18 e 19 anos. O futuro dos três craques pode cruzar-se muito em breve. Díaz termina contrato no final da época e tem sido fortemente associado ao Real Madrid de Vinícius Jr mas o seu antigo colega de equipa, Jadon Sancho, tem vindo a recomendar ao Dortmund a contratação do extremo espanhol. Por outro lado, o extremo inglês antes de assinar pelos germânicos viu o seu nome ligado ao Real Madrid e as boas exibições esta época voltaram a despertar a atenção de grandes clubes, onde pode vir a jogar com o brasileiro Vinícius Jr. Certo é que são três jovens de 18 e 19 anos que dominam a agenda do futebol mundial. Três apostas seguras para o imediato, com a garantia de sucesso a longo prazo.

Vinícius Jr – 2000 – Extremo – Real Madrid

O jovem brasileiro apareceu muito novo no Flamengo com todas as atenções centradas sobre si. Aos 16 anos já se tinha estreado pela equipa principal. Desde então foi sempre a subir. O Real Madrid não hesitou em pagar mais de 45 milhões de euros pelo craque do Rio de Janeiro. Apesar de toda a expectativa que se gerou em torno da sua transferência e da forma como podia aparecer esta época no plantel principal do Real Madrid, Vinícius JR não teve muitas oportunidades com Julen Lopetegui mas foi somando minutos na equipa secundária, orientado por Santiago Solari, agora técnico principal do Real Madrid. Solari não hesitou em apostar em Vinícius que foi decisivo nos dois últimos jogos.

Na primeira partida para a Taça do Rei frente ao Melilla, o Real goleou por 4-0 e o extremo brasileiro de 18 anos alinhou a partida inteira, somando duas assistências. Destaque para os 47 passes e os 8 passes chave que realizou no encontro. Esta jornada na La Liga em 20 minutos fez o suficiente para decidir o jogo. Entrou bem na partida quando o resultado era 0-0 e ajudou o Real Madrid a vencer o Valladolid por 2-0, com um dos golos a ser da sua autoria, depois do árbitro ter corrigido o relatório onde inicialmente apontou que o primeiro golo tinha sido auto-golo. Conseguiu mexer com o ataque madrileno e baralhar a organização defensiva do Valladolid.

Deixamos aqui o vídeo dos 8 passes chave frente ao Melilla e as suas acções no jogo de ontem em casa frente ao Real Valladolid.

 

 

 

 
 

Jadon Sancho – 2000 – Extremo – Dortmund

Dos três é o jogador que tem brilhado mais. Qualidade acima da média e não precisou de muito tempo para assumir protagonismo no Dortmund, hoje líder isolado da Bundesliga. Sancho chegou do Manchester City em Agosto de 2017 depois de ter terminado o contrato com os ingleses. Na época passada não jogou muito, apenas 12 encontros na liga alemã, esta época em 15 jogos já leva 5 golos e 8 assistências em todas as competições, sendo também um dos destaques da Champions League desta temporada.

Um jogador diferenciado, com qualidade técnica muito elevada, forte no 1×1 ofensivo e muito veloz. Aos 18 anos já é uma peça fundamental na equipa de Lucien Favre. Sancho não engana, nos últimos 20 jogos tem uma média de 1,4 remates, 50 passes com 85% de eficácia, 2,9 passes chave e 7 dribles.

Em seguida deixamos os vídeos dos golos e assistências de Jadon Sancho esta temporada.

 

 
 

Brahim Díaz – 1999 – Extremo – Manchester City

Este artigo podia ser só sobre jogadores da geração de 2000 com Phil Foden a tomar o lugar do seu colega, Brahim Díaz. Foden tem mais tempo de jogo do que Díaz e é mais novo um ano mas os poucos minutos de jogo do extremo espanhol podem ser justificados com a incerteza quanto ao seu futuro nos citizens. O jovem de 19 anos termina contrato no final da época e ainda não renovou.

O espanhol foi aposta no jogo da Carabao Cup frente ao Fulham. O City venceu por 2-0 com os dois golos a serem apontados precisamente por Díaz. 4 remates, 42 passes com 86% de eficácia e 6 dribles, são alguns dos dados que marcaram a exibição do jovem extremo de 19 anos. Guardiola já assumiu o desejo de continuar a contar com Brahim Díaz mas também confirmou que não depende apenas do City, talvez por isso não tenha os minutos que deseja esta temporada. O ano passado chegou a jogar na Premier League os minutos suficientes para ser considerado campeão.

Vídeo das melhores acções de Díaz frente ao Fulham na Carabao Cup.

 

 

Sobre o Autor

Francisco Gomes da Silva

Nasceu pouco tempo antes do Verão Quente de 1993 e hoje com 25 anos é licenciado em Economia e apaixonado por Futebol. Um campo, uma bola e 22 jogadores, uma paixão que despertou bem cedo na sua vida. Jogou até aos 19 anos, seguindo-se passagens como treinador-adjunto no Grupo Desportivo Alcochetense, colaborador da Revista Futebolista e outros sites. É observador no Departamento de Prospeção do Benfica desde 2012.

Artigos relacionados