Menu Close

Jeremie Frimpong – Próximo lateral a encantar a Europa?

Jeremie Frimpong, natural de Amesterdão, é hoje um lateral direito que actua no Celtic na Escócia, tendo chegado esta época proveniente do seu clube formador, o Manchester City onde passou por várias etapas da formação, dando nas vistas nos sub-18 e sub-23, mas face à concorrência bastante apertada no clube, o melhor foi acertar a sua saída para que possa crescer jogando com maior regularidade a nível sénior. Com apenas 19 anos de idade tem tido uma época de estreia de bom nível naquele que é o maior clube da Escócia onde seria de esperar sempre uma grande exigência. Frimpong para já, antes da interrupção das competições, conta com 14 presenças em jogo, 2 golos e 3 assistências. O jovem holandês também já tem alguma experiência internacional, tendo já sido chamado a representar as selecções sub-19 e sub-20 da Holanda.

Momento Defensivo

Frimpong é lateral claramente de natureza bastante ofensiva, mas as suas características atléticas aliadas a uma boa técnica de desarme e ainda ao seu perfil psicológico permitem a que ele seja capaz de dar uma boa resposta neste momento do jogo. Jogador veloz, muito ágil, com uma técnica de desarme também boa, permitem a que Frimpong tenha uma média de 82% de sucesso nos desarmes por jogo. Acima como foi referido, o seu perfil psicológico também ajuda neste momento, principalmente nos momentos de transição, onde se mostra um jogador muito agressivo e combativo, não deixando uma bola por disputar na sua zona de acção, muitas vezes chegando primeiro a bolas perdidas levando de imediato a sua para a frente numa rápida transição. Mas nem tudo ainda corre bem nesta fase do jogo, pois ainda sente algumas dificuldades no seu posicionamento defensivo, por vezes parecendo alheio ao posicionamento da restante linha defensiva, deixando por vezes um espaço por explorar nas suas costas ou comprometendo o espaço entre ele e o defesa central mais próximo.

Momento Ofensivo

Aqui é onde se sente melhor e o treinador Neil Lennon soube aproveitar bem as características deste jogador aliando-as ao seu modelo de jogo de forma a tirar partido daquilo que Frimpong melhor faz. Para enquadrar, o Celtic esta época tanto actuou dentro de um 4-3-3/4-2-3-1 e 3-4-2-1/3-5-2, com Frimpong a actuar como lateral numa linha 4 defesas ou como ala direito num sistema de 3 centrais, em ponto comum, jogando sempre projectado na frente, mas sem ser em demasia pois revela o cuidado de não atrair a marcação para o seu lado. Preferencialmente é uma equipa que durante a construção ofensiva explora o corredor esquerdo de forma a atrair a pressão do adversário esse lado, deixando um espaço aberto que Frimpong explora de forma muito perigosa devido à sua velocidade e qualidade técnica, chegando quase sempre mais rápido à bola e não tem qualquer problema em partir para cima do defesa adversário. Este tipo de movimentos aparecendo solto na direita, levando depois a bola para o interior já lhe valeram 2 golos, mas a sua capacidade de passe também não deve ser ignorada, consegue em média 2 passes chave por partida, tornando-o uma opção viável para colocar a bola na frente.  Frimpong é um lateral muito difícil para os adversários marcarem, pois está em constante movimento, tanto aparecendo em corrida por fora como também aparece muito bem por dentro a fazer movimentos de sobreposição interior.

Frimpong é um jogador de baixo centro de gravidade, muito ágil e capaz de mudar rapidamente de direcção, não ficando exposto a jogar em espaços curtos, tem uma qualidade técnica muito boa que lhe permite levar a melhor em 63% dos dribles por jogo. A sua confiança ao mesmo tempo que lhe permite ser um jogador muito forte no momento ofensivo, também causa ainda alguns dissabores, pois ainda pode ter uma melhor tomada de decisão e ler melhor a situação em que se encontra, por vezes tentando driblar por mais do que 1 adversário perdendo algumas bolas, algumas em zona defensiva onde ele na saída assume quase sempre um grande risco.

Futuro promissor

A sua época de estreia a nível profissional tem dado excelentes indicadores, Frimpong é um lateral ofensivo que mostra uma enorme confiança no seu jogo, a facilidade com que ultrapassa um adversário através do drible ou da velocidade é vistosa. Ainda não se pode dizer que agarrou o lugar, nem perto disso, pois Neil Lennon tem gerido bem o tempo de jogo deste jovem, também não o expondo tanto, rodando muito com os mais experientes Moritz Bauer e James Forrest, dependendo do sistema utilizado. Frimpong tem todas as ferramentas para corrigir algumas lacunas no seu jogo e tem tudo para se tornar num dos laterais mais entusiasmantes do futebol europeu no futuro.