Menu Close
[:pt]Após paragem no campeonato a Liga BPI voltou no passado fim-de-semana, opondo A-dos-Francos com a equipa do Ovarense. A vitória sorriu à equipa da casa que assim chegou a sua segunda vitória em dois jogos em casa, por outro lado a equipa de Ovar continua sem conseguir pontuar.

Ambas as equipas apresentaram um sistema de 4-3-3, onde a equipa visitada optou por no meio-campo utilizar um triângulo invertido enquanto que o Ovarense utilizou dois pivôs defensivos.

Foi um início de jogo um pouco confuso sem haver uma equipa a dominar o jogo. Com o passar do tempo a equipa da casa tomou a iniciativa do jogo passando a ter quase sempre bola. A nível ofensivo alteravam entre construção curta e em alguns momentos jogo mais direto, tendo conseguido criar várias ocasiões de golo. Em termos defensivos foram um conjunto compacto não dando muito espaço ao adversário no seu meio-campo defensivo. Optaram por fazer uma pressão mais apertada perto do seu meio-campo, quase nunca pressionando alto, salvo uma ou duas situações.

A equipa de Ovar desde o início do jogo que tentava chegar perto da baliza adversária através de transições ou então jogadas individuais, nunca criando muitas dificuldades na linha defensiva da equipa da casa. Defensivamente baixavam para o seu meio-campo defensivo, sempre mantendo o bloco baixo mas com algumas dificuldades no momento de perda de bola.

Com naturalidade, e tendo em conta o número de ocasiões de golo, A-dos-Francos chegou ao golo da vantagem perto do intervalo recuperando a bola no meio-campo quando a guarda-redes do Ovarense tentava lançar uma transição ofensiva.

Na segunda parte, assim como na primeira, a equipa visitada dominou o jogo conseguindo chegar com mais facilidade à baliza adversária. No entanto, a equipa de Ovar não desistia e tentou chegar ao golo da igualdade, que poderia ter acontecido numa das poucas oportunidades claras de golo que conseguiram criar. Já perto do final da partida, após os 80 minutos de jogo, A-dos-Francos acabou por marcar o 2-0 num a jogada simples, mas bem trabalhada. Mesmo perto do final o resultado foi elevado para 3-0 na conversão de uma grande penalidade.

Olhando para o jogo foi uma vitória justa para a equipa da casa que esteve sempre melhor que o seu adversário, não só a nível ofensivo onde criou diversas ocasiões de golo mas também a nível defensivo onde a sua guarda-redes praticamente não teve trabalho nenhum.

 

[:]