Liga Iberdrola: Clássico dita vitória para o Barcelona ao minuto 90

Liga Iberdrola: Clássico dita vitória para o Barcelona ao minuto 90

A 9ª jornada do campeonato espanhol feminino ditou a receção do Barcelona ao seu maior rival neste campeonato, o Atlético de Madrid. Antes do jogo as equipas estavam separadas por 4 pontos com vantagem para a equipa de Madrid, tornando este jogo ainda mais importante.

As duas equipas optaram por utilizar o seu sistema habitual, o 4x3x3 com as duas equipas a não terem surpresas nos onzes iniciais (figura 1).

Figura 1 – Alinhamento inicial

Como era de esperar, tanto o Barcelona como o Atlético procuravam jogar ao ataque, tentando ter sempre que possível bola e atacarem de modo organizado. Para ambas as partes surgiram ocasiões de finalização na primeira parte mas sem conseguirem criar realmente muito perigo junto das balizas. Acima de tudo, as duas equipas tentavam fazer o seu jogo sem estar à espera de atacar apenas em transição. São claramente equipas que procuram ter bola e jogar um futebol apoiado.

No aspeto defensivo procuravam pressionar sempre o portador da bola a todo o campo, utilizando quase sempre um bloco pressionante alto e compacto (figura 2 e 3). Esta pressão efetuada por ambas as equipas permitiu recuperar bastantes bolas no meio-campo ofensivo e levar a situações de perigo.

Figura 2 – Pressão Barcelona

 

Figura 3 – Pressão Atlético Madrid

Os golos apenas surgiram na 2ª parte com o Atlético a inaugurar o marcador aos 56 minutos por Kenti Robles após um lance de bola parada. Após o golo o Barcelona procurou atacar mais, criando várias situações de perigo perto da baliza da equipa de Madrid. A equipa visitante, embora estivesse a ganhar não procurava apenas defender, tentando sempre controlar o jogo e chegar ao 2-0. A equipa da casa, finalmente conseguiu chegar à igualdade perto do minuto 65 por Aitana que tinha entrado minutos antes na partida, um golo num lance onde a defesa do Atlético cometeu um erro e a jogadora espanhola aproveitou para colocar a bola na baliza colchonera. Desde este momento a equipa blaugrana assumiu mais o jogo e partiu à procura do golo da vitória, tendo-se superiorizando ao Atlético a partir do golo do empate.

Num jogo equilibrado e onde curiosamente ambas as equipas tiveram mais bola no meio campo e nas suas zonas ofensivas, como se pode ver nos heatmaps (figura 4 e 5), muito por culpa da pressão alta efetuada pelos dois lados, a equipa da casa ia acabar por chegar ao golo da vitória após os 90 minutos. Mais um golo vindo do banco, desta vez por Toni Duggan que aproveitou da melhor maneira o passe de Hamraoui para encostar para a baliza.

Figura 4 – Heatmap Barcelona

 

Figura 5 – Heatmap Atlético de Madrid

Num jogo bem disputado e com várias oportunidades para ambos os lados a vitória acabou por sorrir ao Barcelona que reduziu assim para 1 ponto a diferença em relação ao Atlético de Madrid.

Sobre o Autor

Joana Silva

Licenciada em Ciências do Desporto na vertente de jogos desportivos coletivos. Neste momento integra o Mestrado Internacional da Análise da Performance Desportiva. Possuí o nível 1 de Treinador de Futebol, tendo já estado a treinar em alguns clubes no departamento de formação. Desde muito nova sempre foi ligada ao desporto, principalmente ao futebol e futsal, modalidades que tem praticado nos últimos anos. É adepta assídua dos principais campeonatos europeus e das maiores provas mundiais.

Artigos relacionados