Lirim Kastrati

Lirim Kastrati

Lirim Kastrati é o homem a seguir no campeonato croata. Actua no NK Lokomotiva, é o actual melhor marcador do campeonato e o seu clube já esfrega as mãos com um futuro encaixe, relativo ao jovem internacional pelas camadas jovens do Kosovo. Atua principalmente como extremo-esquerdo, podendo também jogar no centro, se a equipa procurar um avançado mais móvel e também no lado direito. O NK Lokomotiva pagou alegadamente 50 mil euros aos albaneses do Shkendija em Agosto de 2017 e um ano passado, o seu valor de mercado já disparou (avaliado em 750 mil euros pelo transfermarkt).

Kastrati é um extremo puro de linha e que não joga muito por zonas interiores. Gosta de estar bem aberto no flanco, de modo a ter espaço para encarar o lateral adversário e fugir assim às habituais zonas povoadas do meio campo. Atendendo ao seu perfil aceita-se perfeitamente esta preferência pela linha, é um jogador extremamente rápido, cruza bem e tem alguns recursos técnicos interessantes. Fisicamente também demonstra ser bastante interessante, aguenta duelos físicos de corpo com os defesas adversários e mesmo já perto do fim das partidas, ainda tem uma aceleração e capacidade de sprint invulgar. Fruto da aceleração e sprint, solicita bastantes vezes a bola em profundidade e é um elemento bastante importante nas transições ofensivas, aparecendo muito rápido para dar mais soluções aos seus companheiros.

Ofensivamente é um jogador super importante para a manobra da sua equipa, pese ainda algumas falhas. Para além das características já referidas, destacar também a sua agilidade. Facilmente consegue vir para dentro, simular o remate e voltar a levar para a linha com os seus movimentos de corpo. Contudo, ainda tem vários aspectos a melhorar principalmente no capítulo da decisão e do jogo sem bola. Geralmente associámos o típico extremo rápido como um jogador desequilibrador, mas com lacunas na tomada de decisão e Kastrati não foge à regra. Muitas das vezes toma más decisões quer ao nível de quem decide dar a bola ou simplesmente não consegue colocar com precisão no colega o passe. Sem bola também ainda precisa de evoluir, prende-se muito ao jogo exterior, quando por vezes aparecer dentro poderia permitir espaço à entrada do lateral.

Defensivamente precisa de trabalhar mais esta vertente, numa primeira fase ainda é algo expedito e prestável, mas em organização as suas debilidades são mais evidentes. É lento ao bascular para o lado da bola e muitas das vezes afasta-se demasiado do médio centro do seu lado, abrindo espaço para a entrada da bola entre linhas. No capítulo das transições por vezes ainda é onde se destaca mais pela positiva, sendo rápido consegue rapidamente condicionar o adversário e fazer uma falta ou obrigar a jogar mal.

Estamos a falar de um jogador ainda bastante inexperiente e que actua num campeonato relativamente modesto, mas a qualidade está lá. Chegando a patamares mais exigentes terá de ser limado, mas Kastrati parece ser o tipo de jogador com personalidade forte e disposto a aprender/trabalhar para chegar o mais longe possível. A nível nacional será difícil alcançar grandes feitos, mas quem sabe não será o promissor Lirim Kastrati a ser o cabeça de cartaz de um possível apuramento do Kosovo para um Europeu, quando este já for um jogador mais maduro e estiver numa equipa de outro nível, com todo o respeito para o NK Lokomotiva.

Sobre o Autor

Jorge Ferreira

Interessado quer pela vertente de scouting, como da análise táctica. Seguidor assíduo das principais ligas europeias, mas que também acompanha bastante as ligas mais desconhecidas do panorama mundial, em especial a dos balcãs. Ambiciona ir progressivamente tirando os vários cursos de treinador, para futuramente trabalhar nessa profissão. Tem como ídolos Jorge Sampaoli, Pep Guardiola e Maurizio Sarri.

Artigos relacionados