Lucas Torreira

Lucas Torreira

Lucas Torreira, jovem uruguaio de 22 anos que ultimamente tem estado debaixo de grandes holofotes. Divide a sua formação entre o Montevideo Wanderers e o Pescara de Itália para onde se mudou no ano de 2014. Apenas 1 ano depois, Torreira chamou a atenção da Sampdoria e concretizou a sua mudança para a formação de Génova por uma quantia de 2 milhões de euros, no entanto, continuou até 2016 no Pescara por empréstimo. Nesta temporada passada, Torreira fez aquela que para já foi a melhor da sua carreira sendo um jogador fundamental numa Sampdoria igualmente entusiasmante. Lucas Torreira em 38 jogos contribuiu com 4 golos e 1 assistência. A nível internacional, Torreira ganhou um lugar na selecção uruguaia para o mundial da Rússia, onde, para já, tem sido um dos jogadores em maior destaque, tendo conquistado rapidamente um lugar no 11 inicial.

A Sampdoria actuou essencialmente com uma estrutura de 1-4-3-1-2 ou 1-4-4-2 losango e o jovem uruguaio ganhou um lugar de destaque na formação italiana jogando no vértice mais recuado, sendo o principal organizador da sua equipa mas o seu contributo não fica por aqui pois é um jogador muito importante na manobra defensiva da Sampdoria.

A nível ofensivo, como já dito, Torreira é o principal organizador da equipa, recuando para receber a bola dos seus defesas centrais levando depois a bola mais para diante onde procura os outros companheiros do meio campo em posições mais em largura ou também procurando passes verticais para o médio ofensivo e avançados, revelando uma grande capacidade de passe, principalmente o seu passe longo e boa compreensão do jogo. O seu contributo a nível ofensivo não fica por aqui, Torreira é um jogador que possui uma excelente capacidade de remate, conseguindo muitas vezes criar perigo com remates de longe e tem alguns golos feitos dessa forma. É também o homem das bolas paradas, batendo livres e pontapés de canto. Torreira é um jogador que quando pressionado revela uma capacidade de drible, conseguindo utilizar este recurso para retirar o adversário da sua zona e colocar a bola jogável num colega.

A nível defensivo a Sampdoria aposta numa pressão alta, com os avançados a pressionar os centrais e os médios flanqueadores a pressionar a saída dos laterais, ficando a tarefa de controlo das linhas de passe para o médio ofensivo da equipa e claro, Lucas Torreira, essencialmente sempre a controlar o corredor central. Torreira é um jogador que procura reciclar a posse, mostrando-se importante no controlo das linhas de passe adversárias, revelando também uma excelente capacidade posicional e uma utilização muito interessante do seu corpo para mudar de direcção sem bola, muito importante nas transições defensivas, interceptando muitas bolas. No 1×1 defensivo mostra-se um jogador fortíssimo e bastante agressivo, Torreira é um jogador muito difícil de bater nestas situações apesar até da sua estatura física, tem apenas 1,68 de altura.

Lucas Torreira é actualmente um dos jogadores mais entusiasmantes a jogar na Europa e mostra-se perfeitamente capacitado em dar o salto para um gigante europeu, tendo sido muito falado para ser uma das peças no novo e renovado Arsenal de Unai Emery mas tem um aspecto que pode limar para se tornar num jogador ainda mais forte, que é nas transições ofensivas ser um jogador que em vez manter um ritmo alto, opta por congelar a posse e com isso a equipa perde uma oportunidade de contra-ataque.

Sobre o Autor

Miguel Palma

Nascido em Lisboa a 24 de Outubro de 1992, técnico de Informática de ofício e um apaixonado por futebol. Paixão essa que levou a um aprofundamento e um estudo sobre futebol. Grande espírito nostálgico que levou a uma viagem pela história deste desporto, um adepto do futebol romântico. A missão, agora, é conhecer e dar a conhecer talentos emergentes.

Artigos relacionados