Menu Close
[:pt]

O talento demonstrado dentro das quatro linhas valeu-lhe uma mudança para Kiev ainda antes de alcançar a maioridade. Mykola Shaparenko abandonou a cidade portuária de Mariupol para abraçar o projeto proposto pelo Dínamo de Kiev, deixando para trás uma zona assolada pelos fantasmas do conflito entre o governo ucraniano e as forças pró-russas.

Formado no Illichevets Mariupol, emblema que é propriedade da “Illich Steel and Iron Works” desde 2002, foi nas margens do mar de Azov que se estreou no principal escalão do futebol ucraniano. A 5 de abril de 2015, o treinador Mykola Pavlov promoveu a entrada de Mykola Shaparenko no último minuto de uma derrota frente ao Shakhtar Donestk por seis bolas a duas. O primeiro golo enquanto sénior aconteceu a 30 de maio de 2015, numa vitória por quatro bolas a uma diante do Olimpik Donetsk.

A época 2014/15 terminou com o regresso do Illichivets Mariupol ao segundo escalão ucraniano, mas o “wonderkid” deu um passo em frente ao aceitar transferir-se para um histórico do futebol soviético. “Sei que o caminho até à equipa principal do Dínamo não será tão curto quanto aquele que percorri no Illichivets”, afirmou em entrevista ao site oficial do novo emblema em julho de 2015. Para já, o internacional sub-19 pela Ucrânia tem estado ao serviço da equipa de juniores e da formação de reservas. Na UEFA Youth League, prova em que o Dínamo de Kiev permanece invicto ao cabo de quatro jornadas, Mykola Shaparenko foi titular em todos os jogos e a  qualidade que apresenta começa a pedir estímulos competitivos maiores, indispensáveis para dar continuidade ao seu crescimento como jogador.

A camisola 10 assenta bem a Mykola Shaparenko, médio que é uma peça fundamental no 1x4x3x3 de Yurii Moroz, técnico da formação sub-19 do Dínamo de Kiev. Habitualmente coadjuvado por Alibekov (também muito talentoso) e Buletsa ou Smirniy no setor intermediário, impressiona pela personalidade que incute no seu jogo. Dinâmico e elegante em progressão, tem facilidade em jogar com os dois pés, apresenta qualidade a nível do passe e é um jogador tecnicamente interessante – gosta de se envolver na primeira fase de construção da equipa. Bom a pensar e melhor a executar, também se destaca pela forma como descobre os colegas nos espaços, apresentando uma visão de jogo interessante para a idade que tem. Desengane-se, no entanto, quem crê que as qualidades de Mykola Shaparenko se resumem ao momento de organização ofensiva. Sem bola, é um jogador muito agressivo nas divididas e contribui para o equilíbrio da equipa, apesar da fisionomia aparentemente frágil. Os departamentos de prospeção dos principais clubes europeus conhecem bem as qualidades de Mykola Shaparenko, jogador que provavelmente merecerá a confiança de Serhiy Rebrov na segunda metade da época (o campeonato ucraniano passará pela habitual pausa de inverno) para se estrear pela equipa principal.

mykola2

[:]