Menu Close

Myra Delgadillo é uma das caras novas do SC Braga para a temporada 2020/21. A norte-americana de 24 anos atua como avançada e vai ter no Minho a segunda experiência no futebol europeu, depois de ter passado pela equipa de Fresno State nos universitários dos Estados Unidos e de ter representado as sérvias do Spartak Subotica na época passada, na qual participou na UEFA Women’s Champions League.

MOMENTO DEFENSIVO

Myra Delgadillo não é uma jogadora muito interventiva no processo defensivo da equipa. A avançada participa numa primeira fase na pressão, procurando importunar as defesas centrais sempre que o adversário procura jogar curto, mas pouco mais do que isso.

Como “9” que é, é muito pouco frequente vermos Delgadillo recuar no terreno para ajudar nas tarefas defensivas. Contudo, fruto da elevada estatura, a norte-americana pode ser uma mais valia nas bolas paradas quer defensivas, quer ofensivas.

Apesar da pouca participação no processo defensivo de forma direta, Delgadillo pode ser tida como uma jogadora que desgasta muito as defesas adversárias, quer pela dimensão física que coloca no jogo, quer pela velocidade acima da média que possui para alguém com a sua estatura.

MOMENTO OFENSIVO

Uma verdadeira “9”. Assim se pode descrever esta jovem norte-americana, que é uma mulher de área e que apresenta pormenores interessantes no seu jogo.

O jogo de costas para a baliza é um dos cartões de visita de Delgadillo. Forte fisicamente, a avançada consegue segurar o esférico e aguentar as cargas das adversárias. É, de resto, desta forma que participa mais na construção da equipa, oferecendo-se como apoio frontal para tabelas curtas e, ocasionalmente, fazendo uso do porte físico para segurar, rodar e procurar dar seguimento à jogada.

A elevada estatura faz também de Myra Delgadillo uma jogadora perigosa no jogo aéreo. No entanto, é importante ressalvar que é uma atleta da qual não podemos esperar grandes jogadas individuais ou que crie as suas próprias oportunidades de golo. É uma jogadora que trabalha para a equipa e que é letal na área, mas que precisa de ser bem servida para tal.

GRANDE REFORÇO

De um modo geral, Delgadillo tem atributos para ser uma das melhores avançadas a atuar em Portugal. O físico poderá ser uma das suas grandes vantagens perante as defesas de um campeonato onde o futebol não entra tanto por essa vertente. Tem o necessário para fazer um bom número de golos com a camisola do SC Braga mas, volto a ressalvar, necessita de ser bem servida. Comparando com uma atleta já mais conhecida do público português, a norte-americana tem um perfil semelhante ao da compatriota Hannah Keane, ainda que com algumas pequenas diferenças (Keane é mais interventiva no processo defensivo, por exemplo).