Menu Fechar

Myron Boadu

Antes da lesão grave que o afastou alguns meses dos relvados, Myron Boadu foiuma das principais revelações da época 2018/2019 na Eredivisie, principal divisão da Holanda. O jogador que atua no AZ Alkmaar,  realizou um total de 7 jogos, onde para já tem na sua conta pessoal um total de 3 golos e 2 assistências.

 

Boadu nasceu no dia 14 janeiro 2001 em Amesterdão na Holanda e tem dupla nacionalidade Holandesa/Ganesa, tendo o jogador optado por representar a seleção do seu país de nascimento, a Holanda no qual já leva algumas internacionalizações pelas seleções mais jovens do país.

 

Fisicamente Boadu é um jogador interessante, com 1,80m de altura e pesando 72 Kg. A sua posição natural é avançado centro embora o jogador possa jogar como extremo esquerdo. Trata- se de um jogador ambidestro visto que tem a capacidade de jogar com os dois pés de igual modo, apesar de usar o pé direito mais frequentemente.

 

Desde cedo percebeu-se que o lugar de Boadu ia ser no mundo do futebol, e começou a dar os primeiros toques na bola no Az Alkmaar, clube que sempre representou até à atualidade.

 

Na época 2016/2017 e com apenas 15 anos, estreou-se pelo Jong Az, a equipa secundária do Az Alkmaar, onde em 9 jogos encontrou por 7 vezes as redes das balizas adversárias.

 

Devido a este registo que chamou a atenção do treinador John van den Brom, técnico ainda atual do AZ Alkmaar, na época 2017/2018 fez a sua estreia na principal equipa do AZ frente ao Zwolle onde entrou aos 67 minutos, jogo que a sua equipa acabou por vencer por 6 bolas a 0. Embora não conseguisse marcar no seu jogo de estreia, o facto de ter se estreado nesse jogo, foi um bom indício para a capacidade técnica do jogador, que na época corrente é titular indiscutível da equipa do AZ.

Na época 2018/2019, como dissemos anteriormente já fez o gosto ao pé por 3 vezes onde se estreou a marcar pela sua equipa logo no primeiro jogo do campeonato frente ao NAC Breda. Estreou-se também na presente época nas Competições Europeias, mais concretamente na Liga Europa onde o AZ defrontou o Kairat Almaty na 2ª Pré-Eliminatória da competição.

Quanto às suas pontes fortes o Holandês caracteriza-se pelo seu poder de aceleração, pelo seu poder de decisão e pela sua qualidade no cruzamento, de evidenciar também o faro de golo que o jogador apresenta.

Quanto aos pontos fracos, como evidenciamos no início o jogador fracassa um pouco na força, e tratando-se de um avançado tem algumas decadências a nível defensivo.

A nível de internacionalizações a jovem estrela conta com participações na seleção Holandesa nos escalões de Sub 15, Sub 16 e Sub 17, tendo inclusive participado no Europeu de Sub 17 realizado em 2017 realizado na Croácia

Certamente será um dos nomes que devemos começar a decorar pois num futuro próximo certamente irá aparecer nos maiores palcos do futebol mundial, e onde será uma mais valia para o seu clube e para a seleção Holandesa.

Escrito em colaboração com Tiago Carvalho.