Menu Close

O empate entre Flamengo e Grêmio válido pela 4ª jornada do campeonato Brasileiro serviu para evidenciar algumas dificuldades da equipa comandada por Domènec Torrent em seu começo de trabalho. Com a falta de fluidez e continuidade em ações ofensivas por parte do conjunto flamenguista, apesar do domínio da posse de bola durante a maior parte do confronto, conseguiu criar poucas situações claras de gol durante os 90 minutos (foram 8 remates e apenas 2 finalizações no gol).

Nesse sentido, vale ressaltar o trabalho defensivo do time de Renato Portaluppi, com agressividade e intensidade nos encaixes individuais, propiciou pouco espaço para que a qualidade individual de jogadores como Gerson, Giorgian De Arrascaeta e Éverton Ribeiro viesse à tona. 

Em momento defensivo, novamente o Flamengo demonstrou certos problemas para equilibrar a última linha defensiva e defender a profundidade contra avançados velozes, elementos que já estiveram presentes nas derrotas anteriores pelo Brasileirão contra Atlético-MG e Atlético-GO. O golo sofrido explicita os desequilíbrios gerados principalmente por Pepê, extremo que assumiu a condição de titularidade após a venda de Everton Cebolinha ao Benfica. No vídeo abaixo, algumas dificuldades nas ações coletivas dos defensores nas tentativas de proteger a meta de Diego Alves: