Menu Close

A 22 de Agosto de 1997, nascia para o futebol Lautaro Martínez. Após passagens pelos escalões jovens do Liniers e do Racing Club (clube onde se afirmou na equipa principal), despontou para os radares dos clubes europeus e transferiu-se em Julho de 2018 para o Inter de Milão por 25M€. Embora na 1ª época em Itália tenha apontado apenas 9 golos em 35 jogos, esta época, em 24 jogos, leva já 15 golos e é um dos indiscutíveis da equipa de Antonio Conte.  Aos 22 anos, conta com 18 presenças pela seleção argentina, somando um total de 9 golos.

Lautaro Martínez é um avançado móvel, com capacidade para baixar e jogar entre linhas. Jogador de elevado recorte técnico e imprevisível em situações de 1×1. Embora jogue preferencialmente com o pé direito, tem também facilidade a driblar e finalizar com o seu pé esquerdo. Não sendo um avançado especialmente alto (1,74m), tem ainda assim uma ótima leitura dos espaços que deve atacar em zonas de finalização e uma capacidade de antecipação que lhe permitem concretizar alguns golos também de cabeça. Tem atuado na frente de ataque da equipa italiana junto de Lukaku, numa estrutura de 3-5-2, acabando por ser o avançado com maior liberdade posicional.

Inter em Organização Ofensiva

Jogando junto de Lukaku, Lautaro Martínez beneficia de uma grande liberdade de movimentos, tornando-se imprevisível para as defesas adversárias.

Movimento em apoio entre linhas
Progressão com bola, atacando o espaço livre

Devido ao seu baixo centro de gravidade e aceleração, é também um jogador perigoso nos momentos em que explora a profundidade.

Movimento de ataque à profundidade

Quando a equipa se aproxima de zonas de finalização, Martínez procura, geralmente, sair do campo de visão dos defesas centrais para poder, através da sua velocidade e antecipação, surpreender os adversários e finalizar nas melhores condições possíveis.

Movimentação em zonas de finalização
Movimentação em zonas de finalização

Aos 22 anos e estando a realizar a melhor época da sua carreira, Lautaro Martínez tem sido frequentemente associado a grandes clubes europeus como Manchester City, Barcelona e Real Madrid. Sendo cada vez mais regular, não só ao nível de golos apontados, mas também ao nível das suas exibições e do que consegue produzir para a equipa, é neste momento um jogador em crescendo no futebol europeu e que pode vir a afirmar-se como uma das grandes referências na posição de avançado.