Menu Close

Para chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica encontra o PAOK como primeiro obstáculo. A equipa grega, orientada pelo técnico português Abel Ferreira, deixou pelo caminho o Besiktas para chegar a esta 3ª pré-eliminatória. Ao nível do ritmo competitivo, o contexto é semelhante para ambas as equipas uma vez que a Liga Grega se iniciou recentemente, contando apenas com uma jornada disputada. Na temporada passada, foram vice-campeões gregos, superados pelo Olympiacos, por uma larga margem de 18 pontos.

O plantel sofreu poucas alterações relativamente à época transata. Destaque para as saídas a custo zero do português Vieirinha e dos médios Maurício e Ergys Kace. Quanto às entradas, referência para a contratação de Stefan Schwab, médio vindo do Rapid Viena, Nikoloz Ninua, jovem promessa da Geórgia, e Andrija Zivkovic, que chegou à Grécia após rescindir contrato com o Benfica.

Onze provável do PAOK

PROCESSO OFENSIVO

  • Equipa organizada em 3x4x3.
  • Primeira fase de construção entregue aos centrais, com os alas projetados e a garantir permanentemente largura para a variação de jogo.
  • Extremos jogam maioritariamente por dentro e exploram movimentos em apoio coordenados com os movimentos de ataque à profundidade do avançado Akpom.
  • Preparação para a perda de bola é assegurada pelos 3 centrais + 1 médio em equilíbrio.

POSSÍVEL ABORDAGEM DEFENSIVA DO BENFICA

Pressão 3vs3 à 1ª fase de construção, direcionando para o corredor lateral, com a linha defensiva a encurtar espaço após passe para o ala
Importância da coordenação entre lateral e médio-ala no controlo do ala adversário aberto, garantindo sempre contenção e proteção do espaço interior

PROCESSO DEFENSIVO

  • Pressão alta à 1ª fase de construção do adversário.
  • Referências individuais para condicionar adversários mais próximos.
  • Algumas dificuldades em coordenar a pressão de uma forma coletiva, abrindo espaços entre linhas.
  • Organização em 5x4x1 no meio campo defensivo.

POSSÍVEL ABORDAGEM OFENSIVA DO BENFICA

Exploração de movimentos de ataque à profundidade no espaços entre central e ala adversários
Movimentos de aproximação no corredor central para atrair pressão dos médios e criar espaço entre linha defensiva e linha média

DESTAQUES INDIVIDUAIS

DIMITRIOS GIANNOULIS – ALA ESQUERDO – 24 ANOS
Dimitrios Giannoulis :: Dimitrios Christos Giannoulis :: PAOK

É o atual titular na posição de lateral esquerdo na seleção da Grécia. É um jogador rápido e destaca-se pela forma como consegue desequilibrar quando chega ao último terço, quer através do cruzamento, quer procurando ele próprio a finalização.

OMAR EL KADDOURI – MÉDIO CENTRO – 30 ANOS
Gianluca Di Marzio :: Chievo interested in Paok's El Kaddouri

Internacional marroquino e um dos elementos mais experientes do plantel. É o pêndulo da equipa, passando por ele muito do jogo ofensivo que a equipa que produz. Tem ainda uma boa meia distância.

DIMITRIOS PELKAS – EXTREMO DIREITO – 26 ANOS
Defesa trai Abel Ferreira no adeus do PAOK à UEFA - O Jogo

O criativo grego tem passado no futebol português, num empréstimo ao Vitória FC. Acrescenta qualidade técnica e no último passe aos comandados de Abel Ferreira. Garante variabilidade ofensiva, pela capacidade de se envolver tanto pelo corredor lateral como pelo corredor central.

CHUBA AKPOM – PONTA DE LANÇA – 24 ANOS
Chuba Akpom - Perfil de jogador 20/21 | Transfermarkt

Formado no Arsenal e é uma ex-jovem promessa do futebol inglês, contabilizando 41 presenças pelas seleções jovens. Oferece uma dimensão física assinalável ao ataque da equipa grega, não só do ponto de vista do jogo aéreo, mas também pela velocidade com que explora movimentos de ataque à profundidade.