Menu Close

[:pt]Patito Rodríguez – tango argentino chega a Portugal[:en]Patito Rodríguez – [:]

[:pt]Patricio Rodríguez, mais conhecido por Patito Rodríguez é o mais recente reforço do Moreirense FC. Um nome sonante que promete ser um dos destaques da Liga NOS 2018/2019.

Aos 28 anos, o extremo argentino volta à Europa onde procura confirmar todo o potencial que apresentou em idade mais jovem no Independiente. Foi apontado a vários clubes europeus e chegou mesmo a confirmar que tinha tudo acertado com o SL Benfica mas faltou o entendimento entre os clubes.

Onze anos volvidos, Patito vai mesmo jogar em Portugal mas ao serviço da equipa de Moreira de Cónegos. O argentino teve uma carreira muito inconstante. Depois do Independiente, rumou ao Santos onde era visto como o substituto de Neymar mas não conseguiu vingar. A falta de resultados no emblema brasileiro fez com que voltasse à Argentina onde alinhou pelos Estudiantes. Seguiu-se uma viagem até à Malásia onde representou o JDT por empréstimo do Santos. Em 2016 assinou pelo AEK da Grécia onde conquistou o título de campeão nacional na temporada passada. Não foi opção regular na equipa grega e na segunda metade da época viajou até Austrália para jogar pelos Newcastle Jets.

Ivo Vieira tem agora ao seu dispor um extremo irreverente, desequilibrador e com grande capacidade técnica. Apresenta uma eficácia de dribles acima dos 60%, com uma média de 9 tentativas nos últimos 20 jogos que realizou. É um jogador que procura desequilibrar pela sua capacidade técnica, joga pelo lado esquerdo do ataque e promove muito os movimentos interiores para rematar com qualidade com 1,6 remates por jogo. A nível de cruzamentos não é um extremo muito vertical que aposte neste tipo de lances durante o jogo, apenas 2,3 com 43% de sucesso. Não teve lesões graves ao longo da sua carreira o que significa que chega a Portugal em boas condições físicas depois do bom nível que apresentou na A-League como podem ver no vídeo.

O Moreirense contratou sobretudo um extremo com uma qualidade técnica invejável, dos melhores que existe por Portugal. Um jogador que aos 28 anos ainda tem tempo para mostrar o futebol que o caracterizou no início da sua carreira. Patito gosta de ter bola e assumir a manobra ofensiva da sua equipa, mesmo partindo de uma faixa. O esquerdino precisa de jogar de forma mais consistente e colocar a sua técnica ao serviço da equipa, não insistindo nas jogadas individuais e pouco objectivas. Se o fizer será uma das revelações desta temporada.

 

[:]