Portugal Sub-21: Europeu mais próximo!

Portugal Sub-21: Europeu mais próximo!

Portugal defrontou esta tarde a Polónia em jogo para o play-off de apuramento para o Euro Sub-21 do próximo ano. A primeira mão realizou-se no terreno do adversário e os pupilos de Rui Jorge mostraram que são superiores em todos os aspectos.

Ontem apontámos o XI provável dos polacos e referimos algumas das suas ameaças aqui mas os jovens portugueses deram conta do recado e venceram por 1-0, um resultado que ainda assim permite que a Polónia venha disputar o apuramento a Guimarães no próximo dia 20 de Novembro.

Rui Jorge apostou num XI que lhe tem dado mais garantias com excepção de Diogo Gonçalves e Stephen Eustáquio que entraram para os lugares de Diogo Dalot e Pepe Rodrigues, lesionado e castigado respectivamente. Gedson também foi chamado e entrou directamente no onze titular, substituindo Jota. Joel Pereira, Diogo Gonçalves, Jorge Fernandes, Diogo Leite, Yuri Ribeiro, Stephen Eustáquio, André Horta, Gedson Fernandes, João Carvalho, João Félix e Diogo Jota.

João Félix e Stephen Eustáquio dispensam apresentações. O primeiro é um jogador diferenciado (assim como quase todos os jogadores desta geração), acima do nível da sua idade e que vem despertando a atenção de grandes clubes europeus e o segundo mostrou mais uma vez que está pronto para um projecto mais exigente, capaz de agarrar a oportunidade num clube com outras ambições no campeonato português e que lute por títulos. Foram os dois melhores elementos do jogo de hoje.

O avançado do SL Benfica fez a assistência para o golo de Diogo Jota numa jogada muito bem pensada e executada. Saiu da marcação, encontrou espaço para progredir com bola, temporizou e passou no tempo certo para as costas da defesa da Polónia onde descobriu o avançado do Wolves a aparecer. Vale a pena rever toda a jogada!

 

Dos 21 passes chave feitos por Portugal, destacamos 7 no último terço, sendo que um deles foi a assistência de João Félix.

 

Sobre o Autor

Francisco Gomes da Silva

Nasceu pouco tempo antes do Verão Quente de 1993 e hoje com 25 anos é licenciado em Economia e apaixonado por Futebol. Um campo, uma bola e 22 jogadores, uma paixão que despertou bem cedo na sua vida. Jogou até aos 19 anos, seguindo-se passagens como treinador-adjunto no Grupo Desportivo Alcochetense, colaborador da Revista Futebolista e outros sites. É observador no Departamento de Prospeção do Benfica desde 2012.

Artigos relacionados