Menu Close

[:pt]REFORÇOS: Seydou Doumbia[:]

[:pt] 

doumbia

Num defeso muito agitado em Alvalade, Seydou Doumbia é um dos nomes mais sonantes entre as novas contratações leoninas. O avançado internacional costa marfinense, que chegou por empréstimo da AS Roma, é detentor de uma vasta experiência internacional e conta no seu currículo com vários prémios individuais, nomeadamente: o título de melhor marcador da Liga Suíça, ao serviço do BSC Young Boys, nas temporadas 2008/2009 e 2009/2010 com 20 e 30 golos, respetivamente e na época transata, ao serviço do FC Basel, com 20 golos. Doumbia alcançou o mesmo feito na Liga Russa, na temporada 2011/2012, com 28 golos e na temporada 2013/2014 com 18 golos.

O momento alto da sua carreira foi vivido entre 2010 e 2016, ao serviço do CSKA Moscovo (na época 2014-2015 esteve ao serviço da AS Roma voltando no ano seguinte por empréstimo), pelo qual conquistou 3 Ligas da Rússia, 2 Taças da Rússia e 1 Supertaça. No seu currículo há ainda a registar a conquista da dobradinha (campeonato e taça) na época transata, na Suíça, e uma taça das Nações Africanas pela seleção da Costa do Marfim, em 2015.

Contratado pela Roma, ao CSKA Moscovo, em 2014-2015, por 14,4 milhões de euros, Seydou Doumbia nunca se conseguiu impor no futebol italiano e terá agora uma nova oportunidade de demonstrar o seu valor, desta vez ao serviço do Sporting CP.

Avançado rápido na execução, imprevisível e com instinto matador

Seydou Doumbia é um ponta de lança que se destaca pela velocidade que consegue imprimir ao jogo, sendo um jogador muito rápido na execução. Aos 29 anos tem vindo a decrescer em alguns atributos físicos como a velocidade e a aceleração, continuando, no entanto, a ser um muito perigoso nas saídas rápidas e no ataque à profundidade. Apesar de ter apenas 1,79cm envolve-se com alguma eficácia em duelos individuais aéreos, registando vários golos de cabeça de bela execução.

Tecnicamente a finalização é o seu principal atributo, embora seja também muito forte no 1×1 e, tal como já referido, manifeste bastante competência no cabeceamento. Apesar de ser muito forte a recuar entre linhas para conduzir em progressão (capacidade de drible) e fazer combinações rápidas (velocidade de execução), Doumbia revela algumas dificuldades na execução de passes de longa distância e na variância de centro de jogo. De facto, o marfinense não é o típico avançado recuado que se destaque pela superior visão e organização de jogo. Por sua vez, é um jogador muito determinado, agressivo, imprevisível, com um instinto finalizador e um jogo sem bola acima da média, sendo muito mais forte na antecipação e procura de espaços nas costas dos defesas, do que no jogo posicional dentro de área.

 

Análise comparativa

doumbia teo final

Atendendo ao modelo de jogo e estrutura tática do Sporting CP é bastante provável que Seydou Doumbia tenha sido contratado para partilhar a frente de ataque com o holandês Bas Dost, embora também possa actuar como referência ofensiva. Será interessante ver que tipo de dinâmicas Jorge Jesus irá criar na equipa para potenciar as qualidades dos referidos avançados, isto porque num 1-4-4-2 é importante a existência de um avançado recuado que garanta a ligação entre linhas. Na era Jorge Jesus, Teo Gutiérrez foi o jogador que melhor interpretou essa função, aspeto que motivou a nossa análise comparativa.

Seydou Doumbia é um jogador com um raio de ação bastante mais reduzido, procurando essencialmente espaços centrais. Quando recua no terreno, a ligação entre linhas é feita essencialmente através de roturas com bola e de combinações rápidas. Contrariamente, Teo dá-se mais ao jogo e procura fazer a ligação entre linhas através da posse, motivo pelo qual apresenta valores nominais superiores nos índices estatísticos total de ações e passes. Comparativamente com Teo,o marfinense perde claramente ao nível da visão de jogo e do passe, como comprova o menor número de assistências e passes chaves durante o jogo. Por outro lado, Doumbia destaca-se ao nível da finalização, apresentando quase o triplo dos golos marcados do colombiano, nos últimos 20 jogos. Ambos são jogadores que arriscam num 1×1, embora Doumbia faça valer mais a sua velocidade, aceleração e execução rápida, ao passo que Teo baseie o drible numa maior capacidade técnica. Atendendo que se tratam de jogadores de zona central, talvez por isso Doumbia apresente menor eficácia no indicador estatístico drible, já que, nessa zona do terreno, há menos espaço para explorar a velocidade.

Destaque-se ainda o elevado número de perdas de bola e a reduzida capacidade de recuperação de posse de ambos os jogadores. Estes indicadores ganham especial importância se considerarmos que Teo partilhava o ataque com Slimani, um avançado muito agressivo e que condiciona bastante a 1ª e até 2.ª fase de construção do adversário, ao passo que Doumbia poderá ter como companheiro Bas Dost, um jogador mais posicional e com menor aptidão para tarefas defensivas.

Projeção da época 2017-2018

Com a curta pré-época devido ao play-off para a Liga dos Campeões, Jorge Jesus teve pouco tempo para criar rotinas entre Doumbia e Bas Dost e foi pouco expectável que, num curto espaço de tempo, as dinâmicas de jogo entre ambos estivessem no ponto. Por esse motivo, os leões apresentaram alguma dificuldade de ligação entre linhas, aspeto que foi contrariado com a colocação de um médio criativo nas costas de Bas Dost como Bruno Fernandes. No play-off de acesso à liga milionária e no jogo da primeira jornada da fase de grupos, Doumbia jogou como referência do ataque leonino, procurando explorar as saídas rápidas e ataque à profundidade e esconder as dificuldades de ligação entre linhas.

Contudo, é bem provável que no desenrolar da época o Sporting CP se torne numa equipa muito forte e com variadíssimas soluções de jogo, pois tem jogadores com muita criatividade e imprevisibilidade nas alas, que dão largura à equipa e possibilitam espaço interior para fazer roturas com bolas e combinações rápidas entre linhas, aspeto onde Doumbia é especialmente forte. Face ao poder de finalização de Doumbia e Bas Dost, é bem provável que estejamos perante uma dupla atacante que, durante a época 2017-2018, ultrapasse os 40 golos, em todas as provas.

 

https://vimeo.com/235023272

 

Inscrevam-se na Liga Fantasy da ProScout: https://fantasy.realfevr.com/t/PSchamps

Se chegarmos às 1000 equipas iremos oferecer uma camisola oficial ao vencedor.

[:]