Menu Close

Report Campeonato de Portugal 19/20

Pedro Freitas é um experiente guarda redes de 33 anos. Formado no Vitória SC, tem uma vasta experiência nos campeonatos nacionais, tendo duas passagens pela 2ª Liga. Chegou a ser internacional por Portugal no escalão de U17, com uma participação no Europeu da categoria. Esta época registou apenas 8 golos sofridos em 19 jogos. Na próxima época será o guarda redes do Berço SC.

É um guarda redes bastante experiente e com uma enorme postura em campo. Entre os postes é bastante seguro e transmite confiança à equipa. É ágil e com bons reflexos, tendo boa capacidade de defesa de remates, com 2.6 remates defendidos por jogo (86% remates defendidos). Controla bem a profundidade e é rápido a sair de entre os postes. Ofensivamente, apresenta um bom jogo de pés, permitindo à equipa construir jogo desde o guarda redes.

Aos 21 anos, Koffi foi um dos destaques do FC Vizela esta temporada. Na sua 4ª época em Portugal, o costa-marfinense realizou 20 jogos e apontou um golo.

Rápido e vertiginoso, Koffi é um lateral com capacidade para fazer o corredor todo. Dotado de uma capacidade técnica e física diferenciada, Koffi consegue ser importante na manobra ofensiva da equipa, oferecendo velocidade, capacidade de cruzamento e drible. Defensivamente apresenta um bom posicionamento, conseguindo, posteriormente, responder bem aos duelos defensivos, com uma boa capacidade de desarme (5.9 bolas recuperadas p/jogo e 67% desarmes com sucesso p/jogo).

Defesa central de 20 anos, no seu primeiro ano de sénior. Formado no FC Vizela, esteve emprestado ao Juventude de Pedras Salgadas. Fez uma época muito positiva, o que lhe valeu um lugar no plantel do Vizela na 2ª Liga. 

É um defesa central fisicamente interessante, alto (187cm), mas rápido. Apresenta um bom posicionamento e boa capacidade de desarme (7 intercepções p/jogo). Conseguiu impôr-se no contexto sénior, o que é bastante positivo já que demonstra uma maturidade muito positiva. É um jogador também forte no jogo aéreo. Ofensivamente é um jogador que se destaca pela sua relação com bola. Tem capacidade de passe e progressão com bola, sentido-se confortável neste momento do jogo (81% passes certos).

Aos 22 anos, cumpre a sua segunda época em Portugal, a primeira no Campeonato de Portugal e já demonstrou ser um jogador para outros patamares. Com uma margem de progressão grande, o defesa central brasileiro foi um dos destaques nesta série A. 

É um central alto com 193cm, sendo forte fisicamente e rápido. Tem um bom controlo da profundidade e um bom posiconamento em campo, sendo difícil ganhar-lhe quer em velocidade, quer no corpo a corpo (69% duelos defensivos ganhos). Apresenta boa qualidade técnica, com capacidade para construir desde trás (75% passes certos). Procura explorar bastante o passe longo e diagonal, ainda assim, sendo um gesto técnico difícil de executar, acaba por não ter a assertividade desejada, podendo esta capacidade ser estimulada e orientada para um maior nível de acerto.

Rápido, irreverente e com bastante qualidade e potencial. Simão Melhôr fez uma época bastante positiva na AR São Martinho (júnior de 2º ano). Com 18 anos de idade, o Simão tem capacidade para alcançar patamares muito superiores, devido às suas qualidades e maturidade apresentada em campo.

É um defesa esquerdo com boas capacidades físicas, das quais se destacam a sua velocidade, aceleração e agilidade. Capacidade de envolvimento ofensivo, através de passe ou em progressão com bola, conseguindo corresponder com a execução de bons cruzamentos. Defensivamente tem um bom sentido posicional e boa capacidade de interceção (5.6 p/jogo). Pode melhorar ao nível da agressividade no momento da disputa de bola e na pressão ao portador da bola.

Aos 25 anos de idade, Rúben Marques foi um dos pilares da boa campanha realizada pela AD Fafe. Após cinco temporadas no Real SC e uma passagem pelo Oriental, o Rúben chegou este ano a Fafe, onde realizou 26 jogos e marcou 9 golos.

Médio defensivo com capacidade de construtor de jogo. Maturidade em campo e ótima visão e leitura de jogo, são alguns dos traços do Rúben. Gosta de baixar no terreno e assumir a construção de jogo da equipa. Boa capacidade de passe (83% passes certos) e critério nas suas ações (81% ações bem sucedidas). Boa capacidade no jogo aéreo e na marcação de livres e grandes penalidades, marcando vários golos por intermédio destes momentos do jogo. Defensivamente sabe posicionar-se em campo, sendo agressivo na disputa de bola. Boa capacidade de desarme (61% de acerto p/jogo) e de interceção (4.6 p/jogo).

Médio centro de 21 anos do Vitória SC ‘B’. Fez toda a sua formação no Rennes, clube da Ligue 1, onde chegou ao patamar sénior, tendo em 3 épocas realizado 11 jogos. Foi Internacional francês durante o seu percurso de formação desde U16 até aos U20, onde alcançou um título de campeão europeu em U17. Esta temporada foi uma peça fundamental no Vitória, realizando 23 jogos e marcando 8 golos.

É um jogador com uma capacidade técnica diferenciadora para o Campeonato de Portugal. Bons índices ao nível do passe e receção, mas também na relação com bola e progressão com a mesma (87% passes certos p/jogo). Não se esconde do jogo, procurando ter bola e acelerar o jogo da equipa, através do passe, quebrando as linhas contrárias, sendo ele curto ou longo. É um jogador bastante criativo e assertivo no momento da tomada de decisão (83% ações c/sucesso).

Extremo de 22 anos, formado no FC Porto, chegou à Madeira na temporada passada. Esta época fez 22 jogos e marcou 12 golos pelo Marítimo ‘B’, sendo um dos destaques da Série A.

Joga com o pé esquerdo, ainda assim pode atuar quer pelo corredor direito, quer pelo corredor esquerdo. É um jogador irreverente e diferenciado ao nível técnico. Capacidade de partir em ações individuais e de drible, procurando o 1 vs 1 com bastante frequência (3.7 dribles p/jogo). É rápido e ágil, complementando o seu jogo com boa capacidade de passe e cruzamento. No seu registo tem golos de livre direto, remates fora de área ou jogadas individuais. É o jogador mais rematador do Campeonato de Portugal (94 remates) e tem uma taxa de aproveitamento de 44%. No capítulo defensivo é um jogador comprometido com o processo defensivo, baixando no terreno de jogo e apoiando o seu lateral (3.6 duelos defensivos p/jogo). É rápido e intenso na pressão ao portador da bola.

Kiko Bondoso foi um dos jogadores com maior rendimento esta temporada na Série A. Jogando no corredor esquerdo do Vizela, uma equipa que pratica um futebol ofensivo, o Kiko era um dos desequilibradores. com 24 anos de idade e na sua segunda época no Campeonato de Portugal, realizou 28 jogos e apontou 12 golos e 9 assistências (2º melhor do Campeonato). Na próxima época vai disputar a 2ª Liga com o FC Vizela.

Jogador ágil e com excelente relação com bola. Jogador de toque fino que procura explorar zonas interiores do terreno. Boa capacidade de passe (75% passes certos) e drible (6 dribles p/jogo). Jogador que permite uma saída rápida na transição ofensiva, pela sua inteligência em campo e capacidade de associação. Defensivamente é um jogador com uma boa reação à perda e comprometido com o processo.

Diogo Ribeiro foi o artilheiro do Vizela e do Campeonato de Portugal ao apontar 22 golos em 29 partidas (média de 0.76 golos p/jogo). Formada no Sporting e na Académica, o ponta de lança vai regressar às competições profissionais com o Vizela na próxima temporada.

É um jogador com um ótimo posicionamento e bastante inteligente na procura dos espaços e no ataque às zonas de finalização. Apesar do elevado número de golos marcados, não se limita a jogar no interior da área, sendo bastante dinâmico, versátil e móvel, saindo várias vezes da sua posição e envolver-se no jogo da equipa. Defensivamente é um jogador com capacidade para pressionar a defesa contrária e ser o primeiro elemento defensivo da equipa.

Miguel Lima foi uma das grandes revelações do Campeonato de Portugal. Aos 26 anos de idade, disputou pela terceira vez o Campeonato de Portugal e em 24 jogos apontou 17 golos. Este registo, agregado ao seu rendimento, potenciaram o salto de patamar, com a UD Oliveirense a recrutar o jogador para a época 2020/2021.

Avançado móvel, com golo, mas que também pode atuar como extremo. A versatilidade é uma característica do seu jogo. Com um pé esquerdo de qualidade, o Miguel Lima é diferenciado pela qualidade técnica, irreverente e rápido. Bom drible e boa capacidade de execução (63% ações c/sucesso). Defensivamente demonstra boa capacidade de reação à perda e boa capacidade de pressão, sendo bastante agressivo (2.6 bolas recuperadas p/jogo).


Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços no Campeonato de Portugal não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.