Menu Close

Report Campeonato de Portugal 19/20

Pelo segundo ano consecutivo no Report da ProScout, Tiago Maia é um guarda redes de 27 anos de idade. Formado no FC Porto, voltou a ser destaque no SC Praiense. Esta temporada sofreu 19 golos em 24 jogos. Na próxima temporada regressa ao continente para representar o Louletano.

Tiago Maia não é um guarda redes muito alto (181cm), mas tem uma excelente capacidade entre os postes. É ágil, com bons reflexos e boa capacidade no 1 vs 1. Controla bem a profundidade, estando atento e concentrado em todos os momentos do jogo e é rápido a sair dos postes. Entre os postes é um guarda redes que vale muitos pontos neste campeonato, com bons índices de defesas de remates (78% remates defendidos).

André Farinha é um defesa direito de 22 anos. Formado no Sporting CP e no Lusitano Évora. Teve em 2017/2018 uma passagem por Gibraltar, regressando no ano seguinte a Portugal, para representar o Oleiros. Duas épocas consistentes, com destaque para esta última, valeram-lhe um lugar no plantel da Académica na próxima temporada. Este ano realizou 24 jogos e marcou 4 golos.

Defesa direito com bastante capacidade ofensiva. Esta época jogava num sistema de 3 centrais, tendo bastante liberdade ofensiva. É um jogador com boa capacidade técnica, boa capacidade de passe, drible e cruzamento (3.8 cruzamentos p/jogo).  Defensivamente não é um jogador muito forte, fisicamente não tem grande poder para os duelos físicos, mas pode com facilidade contornar esta debilidade com um melhor posicionamento em campo.

Defesa central de 28 anos, fez toda a sua carreira no Caldas. Bastante experiente, é um forte aliado do treinador José Vala, acabando por ser a sua extensão em campo. Esta temporada realizou 25 jogos e apontou 3 golos.

É um defesa central bastante completo e experiente, o que se nota em campo. É rápido e agressivo na disputa de bola (69% duelos defensivos ganhos). Apresenta um bom posicionamento em campo, controlando bem a profundidade. Tem boa capacidade de desarme e antecipação (11 recuperações de bola p/jogo). É forte no jogo aéreo. Ofensivamente é um jogador com saída de bola, conseguindo construir desde trás, seja em progressão com bola ou em passe.

Alexsandro Ribeiro é um defesa central de 20 anos. Formado no Flamengo, o imponente central de 187cm foi uma das figuras e revelações do Praiense. Depois de na época passada ter chegado já no decorrer do campeonato, esta temporada pegou destaque na equipa e não largou a titularidade, cumprindo 20 jogos e apontando 3 golos.

É um defesa central muito forte em ambos os capítulos do jogo. Fisicamente é um jogador imponente, com grande capacidade para os duelos físicos e bastante rápido. É forte no desarme e nas coberturas que oferece à equipa. Apresenta algumas falhas posicionais, que podem ser trabalhadas dada a sua juventude. Ofensivamente diferencia-se do nível apresentado no Campeonato de Portugal. Excelente capacidade de passe, jogando com facilidade com ambos os pés e variando entre passe curto e longo. É também um jogador bom no jogo aéreo, sendo um elemento importante nos esquemas táticos, quer ofensivos, quer defensivos.

Defesa esquerdo de 32 anos, brasileiro. Está em Portugal há várias épocas, tendo na época 18/19 mudado-se para os Açores para representar o Praiense. Na próxima época vai seguir o percurso do treinador Francisco Agatão e vai jogar pelo Fontinhas. Esta época em 23 jogos apontou 2 golos.

É um defesa esquerdo bastante experiente. Oferece bastante profundidade à equipa, conseguindo progredir bastante bem no terreno e desequilibrar no meio campo ofensivo. Apresenta boa capacidade de passe, drible e cruzamento (76% passes certos). Consegue associar-se bastante bem com os seus colegas, jogando um futebol curto e apoiado em progressão. Defensivamente apresenta uma boa reação à perda e é agressivo e intenso na pressão ao portador da bola (68% duelos defensivos ganhos). 

Médio centro de 29 anos. Formado no Boavista, esteve vários anos no Vitória SC, chegando a disputar a 2ª Liga, nos últimos anos baixou de patamar e teve, ainda, uma passagem pelo estrangeiro, pelo Olympiakos Nicosia do Chipre. Esta temporada realizou 20 jogos e marcou um golo pelo Beira-Mar. Na próxima temporada vai vestir as cores do Valadares Gaia.

Médio bastante completo, com capacidade ofensiva, mas também com boa capacidade defensiva. Tem uma boa visão e leitura de jogo, aliando a sua boa capacidade de passe e de progressão com bola (82% passes certos). Gosta de assumir o jogo da equipa, movimentando-se no sentido de receber bola e desbloquear o jogo da equipa. Defensivamente é um jogador com boa reação à perda, demonstrando agressividade e intensidade na pressão ao portador da bola.

Diogo Pereira foi um dos destaques do Anadia. Aos 24 anos, o médio tem tido muitos minutos de jogo desde que terminou a formação, o que lhe tem permitido ter uma evolução constante no seu jogo e alcançar os patamares profissionais. Esta época realizou 22 jogos e marcou um golo. Na próxima época vai vestir a camisola da Académica.

Médio centro com capacidade para ser box-to-box. Consegue fazer a ligação defesa ataque com facilidade, tendo capacidade para baixar no terreno e assumir o jogo da equipa, mas também tem chegada a zonas ofensivas. Destaca-se pela sua capacidade de interpretação do jogo e dos seus momentos, com uma afinada visão de jogo e boa qualidade ao nível do passe (86% passes certos). Defensivamente é onde aparenta maiores fragilidades no seu jogo. Reage bem no momento da perda de bola e procura antecipar-se em diversos lances, ainda assim pode melhorar alguns índices, tais como a sua agressividade, desarme e assertividade defensiva (55% duelos defensivos ganhos).

Extremo de 22 anos de idade que pode atuar em ambas as faixas. Formado no FC Porto e no Feirense, foi no Anadia que cresceu no contexto sénior. Esta temporada confirmou aquilo que vinha a ser o seu crescimento, sendo um elemento importante dentro da equipa do Anadia. Realizou 24 jogos e apontou 2 golos.

É um extremo bastante tecnicista. Forte no passe, no drible e no cruzamento (82% passes certos). Tem uma capacidade de associação muito interessante, procurando bastante as zonas interiores do terreno. É um jogador que apesar de não ser lento, procura mais receber a bola no pé do que no espaço. Lê muito bem o jogo, conseguindo encontrar espaços para servir os colegas. Defensivamente é um jogador com um bom posicionamento e que coopera no processo defensivo. Apresenta uma boa reação à perda.

Leandro Antunes é um avançado de 22 anos, formado no Rio Maior e na União de Leiria. No último ano da formação mudou-se para o Sporting de Braga, onde chegou a representar a equipa B dos minhotos. Esta temporada foi contratado pelo Vilafranquense, mas, sem espaço no plantel, acabou por ser emprestado ao Marinhense. Foi o grande destaque da equipa ao apontar 13 golos em 25 jogos, o que lhe valeu o passaporte para a 2ª Liga com o Vilafranquense. 

É um avançado com faro de golo (0.43 xG). Pode atuar nas várias posições na frente de ataque, desde extremo a avançado fixo, passando por avançado móvel. Apresenta uma boa capacidade de remate, explorando os espaços interiores quando joga a partir de uma das alas. Tem capacidade para jogar de costas para a baliza, procurando receber entre linhas, mas também consegue explorar a profundidade através das suas mudanças de velocidade.

Filipe Andrade não é uma revelação, mas sim o confirmar das suas capacidades. Nas últimas oito temporadas, só por uma ocasião não superou a meta dos 10 golos. É um ponta de lança que é garantia de golos. Esta temporada em 20 jogos apontou 13 golos. Na próxima época abandona a Praia da Vitória para vestir de azul e grená na zona Oeste, no Torreense.

É um avançado móvel, rápido e com bastante experiência em campo. Muito inteligente na procura dos espaços a atacar e forte em zonas de finalização. É bastante ágil e com boa capacidade de execução. É versátil no seu jogo, conseguindo baixar no terreno e ligar o jogo com a equipa, mas também procurar explorar o espaço em profundidade, através da sua velocidade. Defensivamente é um jogador que apresenta uma boa capacidade de pressão. Ter o Filipe Andrade é sinónimo de golos.

Avançado holandês de 26 anos, que está há três épocas em Portugal. Chegou a Portugal para representar o Leixões, em 17/18, acabando por não ter o rendimento esperado a nível de golos. A meio dessa temporada foi emprestado ao Olhanense e desde então tem tido um bom rendimento no Campeonato de Portugal. Esta temporada, no Benfica e Castelo Branco foi o destaque da equipa, ao apontar 10 golos em 24 jogos. Na próxima época vai jogar no CD Mafra, na 2ª Liga.

É um avançado possante e forte fisicamente. É rápido e agressivo na disputa de bola. Não sendo extremamente ágil, é um jogador que joga muito bem de costas para a baliza, funcionando como a referência ofensiva da equipa. Consegue receber também em profundidade e entre linhas. Excelente poder de aceleração e finalização. Defensivamente é muito forte nos duelos físicos e no jogo aéreo, conseguindo ganhar grande parte dos duelos que disputa.


Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços no Campeonato de Portugal não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.