Menu Close

Report Campeonato de Portugal 19/20

Guarda Redes de 28 anos, formado no Sporting e Torreense. É já um nome conhecido do Campeonato de Portugal, com passagens por Torreense, Loures, Benfica e Castelo Branco e Sintrense. Esta temporada em 25 jogos sofreu 17 golos.

Guarda-redes bastante ágil e confortável no jogo de pés, conseguindo integrar com facilidade a 1ª fase de construção da equipa. Boa capacidade de passe longo e curto. Entre os postes, demonstra ser rápido, com bons reflexos e bastante seguro nas saídas da baliza (76% remates defendidos).

Defesa direito de 27 anos de idade, formado no Casa Pia. Está há três épocas no Sintrense e esta temporada foi um elemento em destaque na equipa. Realizou 22 jogos e apontou um golo.

É um defesa direito, com capacidade para jogar do lado esquerdo da defesa. É um jogador bastante experiente e maduro, que coloca essa experiência no seu jogo (73% ações c/sucesso). Denota-se capacidades ao nível táctico e em termos posicionais. É um lateral que oferece uma boa capacidade ofensiva à equipa, conseguindo jogar em overlaps interiores ou exteriores. Boa capacidade de passe e cruzamento (2.6 cruzamentos p/jogo). Defensivamente é um jogar rápido e com boa capacidade de reação à perda de bola. Ainda assim, por vezes, erra os timings de pressão e antecipação, acabando por ser ultrapassado.

André Almeida é um defesa central de 25 anos. Formado no Real SC, teve passagens pelo Oeiras, Oriental e uma passagem pela Stumbras da Lituânia, antes de regressar ao Real SC. Esta temporada foi um dos pilares da boa campanha realizada pela equipa de Massamá. Realizou 22 jogos, marcando 2 golos. Em 2020/2021 vai ser reforço do Sporting da Covilhã, regressando assim à 2ª Liga.

Defesa central que oferece uma enorme solidez defensiva à equipa. Bastante forte fisicamente (191cm), com boa capacidade de desarme e antecipação e forte no jogo aéreo (9 recuperações de bola). Apesar de apresentar uma estatura elevada, é um jogador rápido para a posição que desempenha, conseguindo cobrir bastante bem os espaços, também apoiado pelo bom posicionamento em campo. Ofensivamente oferece saída de bola à equipa, com capacidade para sair a jogar em passe ou em progressão com bola (78% passes certos).

João Freitas trocou o promovido à 2ª Liga, Vilafranquense, pelo FC Alverca. Aos 28 anos, o defesa central continua a provar as suas qualidades. Esta época realizou 19 jogos pelo FC Alverca e já renovou o seu vínculo contratual para mais uma temporada no clube ribatejano.

É um defesa central com uma enorme capacidade técnica. Consegue executar passes curtos e longos com bastante qualidade, oferecendo saída de bola à equipa (89% passes certos). Defensivamente é um jogador com um sentido posicional diferenciado, conseguindo interpretar bastante bem os lances, ganhando grande parte dos duelos e recuperando bastantes bolas para a equipa (7 recuperações de bola p/jogo). Boa capacidade de desarme e antecipação.

Leonardo Lelo é um defesa esquerdo de 20 anos. Foi um dos maiores destaques e revelações do Campeonato de Portugal 19/20. No seu 1º ano de sénior (2º a jogar na categoria) elevou o seu rendimento, sendo peça importante na equipa do Olhanense. Esta temporada realizou 24 jogos, o que lhe valeu uma convocatória para os trabalhos da seleção nacional de U20 na Liga de Elite.

É um jogador bastante rápido e bastante inteligente. A sua formação foi feita como extremo, mas acabou por ser adaptado a defesa esquerdo. Envolve-se muito bem nos processos ofensivos da equipa, podendo jogar por zonas interiores ou exteriores em combinação com o extremo (82% passes certos). Aparece, também, em diversas ocasiões entre o central e o lateral na procura da profundidade. O cruzamento é um atributo do Leonardo, que juntando com a sua capacidade para acelerar o jogo, fruto da sua velocidade, cria bastantes desequilíbrios na defensiva adversária (2.8 cruzamentos p/jogo). A nível defensivo é bastante inteligente na ocupação dos espaços, fazendo da inteligência uma arma que dissipa a sua menor capacidade física para os duelos. Apesar de não ser forte fisicamente, consegue ganhar vantagem aos adversários no 1 vs 1 pelo posicionamento e velocidade de execução.

Médio centro de 30 anos do SC Olhanense. É uma cara já conhecida do Campeonato de Portugal e um dos rostos principais do Olhanense. Desde que chegou a Portugal teve uma fugaz passagem pela 2ª Liga ao serviço da UD Oliveirense. Esta temporada realizou 23 jogos e apontou 4 golos.

É um médio extremamente completo, conseguindo desempenhar as várias posições do meio campo. Ofensivamente é diferenciado dos demais, com boa capacidade de passe e receção (84% passes certos & 2.5 passes chave p/jogo). Ótima visão e leitura de jogo, conseguindo assumir o jogo da equipa e ditar os ritmos de jogo. Defensivamente apresenta um ótimo posicionamento em campo, conseguindo oferecer os equilíbrios necessários à equipa.

Felipe Ryan é um médio brasileiro de 23 anos. Fez a sua formação no GDR Portugal, no Barreirense e no Gil Vicente, mas foi em 2017/2018 que ganhou destaque com uma boa campanha no Caldas SC. No ano seguinte teve uma passagem pela 2ª Liga, pelo Académico de Viseu mas não teve o rendimento pretendido, acabando por regressar ao Campeonato de Portugal para representar o Real SC, onde foi um dos destaques. Na próxima época vai jogar no FC Alverca.

É um jogador polivalente, podendo atuar pelo corredor central ou nos corredores lateriais. É bastante ágil, explosivo e com poder de aceleração. Ofensivamente é um jogador bastante tecnicista, com capacidade para desequilibrar em progressão ou em passe (74% passes certos). É forte em situações de 1 vs 1, apresentando também chegada à área (2.7 dribles p/jogo). Esta temporada conta com 10 golos em 24 jogos.

Andrézinho é um rosto conhecido do Campeonato de Portugal. Campeão na época passada pelo Casa Pia, não seguiu com a equipa para a 2ª Liga, regressando ao FC Alverca. Esta temporada voltou a ser um dos destaques, com 3 golos marcados em 23 jogos. Este bom rendimento valeu-lhe um passaporte para a 2ª Liga, ao serviço do CD Mafra.

É um extremo que pode também fazer a posição ‘10’. É um jogador bastante ágil e tecnicista. Excelente capacidade de passe, visão de jogo e drible, conseguindo desequilibrar no último terço do terreno, seja por associação com os seus companheiros ou em jogadas individuais (78% passes certos & 2.4 passes chave p/jogo). É um jogador irreverente e criativo, com capacidade de último passe. Defensivamente é um jogador comprometido com o processo, ajudando no momento defensivo. 

O extremo nigeriano de 25 anos foi uma das revelações desta temporada. Com um veia goleadora aprimorada, o extremo garantiu lugar na 2ª Liga do próximo ano, ao serviço do Leixões. Esta época realizou 22 jogos, onde apontou 15 golos.

É um extremo rápido, vertiginoso, com capacidade de drible e poder de aceleração (5.1 dribles p/jogo). Boa capacidade de passe e envolvimento ofensivo (79% passes certos). É um jogador criativo e diferenciado tecnicamente. Apresenta boa capacidade de remate e finalização. É um jogador importante no momento da transição ofensiva pela capacidade de explosão apresentada. Defensivamente é um jogador reativo à perda e com boa capacidade de desarme.

Avançado de 27 anos de idade, muito forte fisicamente (185cm). Formado no União de Tires, o avançado nunca teve uma oportunidade numa liga profissional. Com passagens por vários clubes do Campeonato de Portugal e várias épocas com bom rendimento, o Érico voltou a brilhar, desta vez no Louletano. Apontou 12 golos em 20 jogos e já renovou com o clube algarvio para a próxima temporada.

É um avançado com uma envergadura física muito interessante. É muito forte na proteção da posse e nos duelos físicos. Dentro da área é muito forte, posicionando-se muito bem no ataque às zonas de finalização (0.54 xG). Boa capacidade de remate e finalização. Defensivamente é um jogador agressivo na disputa de bola, apresentado boa capacidade de pressão e propensão para os duelos físicos.

João Vasco é um avançado de 25 anos, que confirmou o bom desempenho que tinha tido na temporada passada ao serviço do Benfica e Castelo Branco (14 golos em 35 jogos). Esta temporada apontou 12 golos em 24 jogos. João Vasco vai dar o salto para os patamares profissionais ao serviço do Académico de Viseu em 20/21.

É um avançado completo. Fisicamente é um jogador poderoso, com poder de explosão e aceleração. É muito intenso no seu jogo e, agregando com a sua boa capacidade técnica e tática, consegue ser um elemento diferenciador na frente de ataque das suas equipas (1.35 remates à baliza p/jogo). Procura bastante bem as zonas de finalização (0.48 xG). Defensivamente apresenta boa capacidade de pressão à defesa contrária.


Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços no Campeonato de Portugal não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.