Stanislav Lobotka

Stanislav Lobotka

Passeia no campeonato espanhol um médio eslovaco denominado Stanislav Lobotka. É jogador do Celta de Vigo. As suas qualidades técnicas e táticas, bem como a sua desenvoltura em campo levaram-me a analisar com maior detalhe as prestações deste jogador.

Lobotka é um jogador bastante móvel no setor do meio-campo. Atua, preferencialmente na posição 6, podendo também fazer a posição de 8 (box-to-box) ou ainda atuar como médio-atacante. Apresenta bastante versatilidade na manobra ofensiva, encontrando boas linhas de passe para os homens mais avançados. Tem uma visão de jogo que, combinado com a elevada qualidade do seu passe – quer curto, quer longo – tornam-no num jogador que pode atingir outros patamares competitivos. De referir que o jogador tem apenas 23 anos de idade.

Apresenta elevada cultura tática sendo fundamental na posição que ocupa em campo. A passagem pela formação do Ajax (equipa B) em 2013-2014 permitiu-lhe, certamente, criar a cultura tática que hoje já possui. Quando olhámos para o histórico deste jogador vemos que o jogador atuou no campeonato dinamarquês no FC Nordsjaellard rumando, já nesta temporada 2017-18, para a formação galega. Quando chegou a Vigo, o seu valor de mercado não parou de aumentar, reflexo sobretudo daquilo que Lobotka tem feito em campo: passou de 800 mil euros em 2017 quando atuava nos noruegueses do Nordsjaellard sendo que hoje vale 7.5 milhões de euros, dados Transfermarkt.

Lobotka apresenta, contudo, algumas fragilidades nos momentos defensivos. O facto de ser um jogador baixo (1.72 m) gera-lhe algumas dificuldades no jogo aéreo. Além disso, apresenta problemas de marcação aos médios mais ofensivos das equipas adversárias. Seria interessante ver este jogador a atuar mais vezes na posição de 8 (médio box-to-box), libertando-o dos compromissos defensivos e projetando as suas qualidades ofensivas.

Em resumo, Lobotka tem ainda muito que crescer. Pode muito bem representar um emblema com maior dimensão. É um jogador com potencial, devendo os clubes europeus (e também os portugueses) olhar devidamente para este talentoso esloveno.

Sobre o Autor

Simão Mata

Apaixonado por futebol desde sempre, nunca largou o “bichinho” da análise tática do jogo nem a observação de jogadores talentosos e promissores. Em criança, num Mundo onde a internet não tinha o valor que tem hoje, encontrava nos jogos de Manager o espaço para implementar as suas reflexões táticas. Mais do que um jogo, o Simão considera o futebol uma autêntica arte de palco.

Artigos relacionados