Menu Close

Tecatito Corona – O mágico do FC Porto

Jesús Corona está a ser uma das principais figuras do FC Porto esta temporada. O mexicano já leva 4 golos e 18 assistências em todas as competições e é um dos jogadores mais prolíferos da equipa. Extremo de origem, Sérgio Conceição adaptou-o a lateral direito e colocou-o a jogar de forma habitual nessa posição. Mas Corona não é um lateral. No papel, pode ser, mas dentro de campo, no processo ofensivo e, depois de as dinâmicas serem criadas, isso não se verifica. Sobe muito no terreno funcionando como o autêntico extremo que é, e é quem dá largura ao corredor da equipa. Cria dinâmicas interessantes com Marega, fazendo trocas posicionais com o maliano e aparecendo mais por dentro. Consegue também formar triângulos com médio/avançado ou até lateral, potenciando assim a superioridade numérica e desequilíbrios na linha.

Corona posiciona-se muito bem na direita, sabendo quando tem de abrir e quando tem de jogar mais por dentro. Aliado a isto, tem uma alta capacidade drible não tendo medo de partir para o 1v1. O grande destaque vai para as suas movimentações: rotura, contra-movimentos, desmarcações, Corona é eficaz em todas elas. Consegue mexer com a organização adversária e ficar em posições vantajosas, fazendo jus depois à sua qualidade na definição. Prova disso é o elevado número de assistências que o mexicano já leva nesta temporada. Desempenha um papel importante na equipa, não só pelo desequilíbrio e magia que espalha em campo, mas também pela capacidade criativa que possui, sendo um dos mais influentes neste processo.