Menu Close

10 jovens internacionais para seguir em 2021

A ProScout escolheu 10 jovens até 21 anos que em 2021 podem dar o salto qualitativo e competitivo, pela qualidade e o potencial que apresentam.

Samú Costa – Médio Defensivo – 20 anos – Almería

O médio português de 20 anos tem sido um dos jogadores mais utilizados por José Gomes no emblema espanhol. Já leva 1109 minutos em 17 partidas. O internacional sub-19 e sub-20 por Portugal rumou esta temporada para Espanha a título de empréstimo, depois de ter feito grande parte da sua formação no SC Braga. Trata-se de um médio de cariz mais defensivo, com capacidade para oferecer equilíbrios à sua equipa e com qualidade a nível posicional para garantir a estabilidade defensiva do Almería. Apesar de não ser um jogador muito alto (183 cm), consegue ser forte nos duelos aéreos, juntando a isso ainda a sua agressividade nas disputas de bola e no desarme. Ofensivamente é um jogador de processos simples. O médio canhoto procura recuperar a bola e entregar ao colega mais próximo, mas também demonstra qualidade para progredir quando tem espaço e aparecer em zonas mais adiantadas. Caso o Almería confirme a subida de divisão à La Liga e exerça a sua opção de compra por Samú, podemos ver o jovem português em breve no principal escalão espanhol.

Jamal Musiala – Médio Centro – 17 anos – Bayern Munique

O jovem médio versátil de 17 anos tem sido uma das revelações desta temporada, com 17 jogos e 3 golos. O inglês tem vindo a ganhar destaque nos germânicos e é um jogador de futuro. Médio muito completo e com chegada a zonas de finalização. Defensivamente cumpre pela sua inteligência posicional e capacidade de recuperação. No processo ofensivo carateriza-se por ser um jogador com boa relação com bola, qualidade no drible, dinâmico, ágil e com capacidade para ligar o jogo desde trás. Analisámos recentemente o perfil do internacional sub-21 inglês em mais detalhe. Um jogador que este ano vai continuar a consolidar a sua posição num dos melhores clubes da atualidade e possivelmente sonhar com a chamada à seleção principal do seu país.

Brenner – Avançado – 20 anos – São Paulo

Aos 20 anos, o avançado do São Paulo já é um dos valores seguros do Brasileirão. Brenner aproveitou o ano de 2020 para se afirmar em pleno no futebol brasileiro com 22 golos em 38 partidas. Números impressionantes para um jovem que até à data tinha poucos golos na sua carreira. As boas exibições e principalmente a veia goleadora fazem com que seja apontado a clubes como o Ajax. Apesar da sua baixa estatura física (175 cm), é um avançado forte fisicamente e com grande capacidade para conquistar espaços dentro da grande área. Trabalha muito bem em zonas de finalização e demonstra facilidade para rematar com os dois pés. No jogo aéreo, pela sua impulsão, consegue ser um avançado com qualidade neste capítulo. Segura bem a bola, oferece apoios frontais e é um jogador disponível fisicamente para pressionar a saída de bola contrária. Depois da excelente época que está a realizar, o próximo passo do internacional sub-20 deverá ser a transferência para um campeonato europeu.

Pedro De la Vega – Extremo – 19 anos – Lanús

Pedro é um dos jovens mais talentosos da sua geração na Argentina. Vai para a terceira temporada na equipa principal do Lanús e as suas exibições já despertaram as atenções de grandes clubes europeus, chegando mesmo a ser associado ao Sporting CP. Extremo destro que pode jogar nas duas faixas. Irreverente, confiante e imprevisível. Muito evoluído tecnicamente, com boa relação com bola e qualidade no drible. Com 177 cm consegue ser um jogador ágil, móvel e rápido e com baixo centro de gravidade. Características que lhe permitem desequilibrar no último terço, seja através de cruzamentos, passes ou finalizações com os dois pés. Esta época leva 1 golo em 11 partidas. O internacional sub-20 argentino não deverá demorar muito tempo a rumar ao continente europeu por ter um perfil técnico diferenciado e ser um jogador com um potencial tremendo.

Bryan Reynolds – Defesa Direito – 19 anos – FC Dallas

Aos 19 anos e depois dos 19 jogos e 4 assistências na MLS, o jovem norte-americano é apontado como um dos principais rostos do futuro da sua seleção. Trata-se de um lateral de futuro com características muito valorizadas no futebol de hoje. Forte fisicamente, com excelente capacidade de drible e chegada ao último terço, capacidade para desequilibrar por dentro e por fora e sólido no processo defensivo. A sua maturidade, perfil físico e técnico tem chamado a atenção de clubes como Juventus, Roma e Lyon e o salto para a Europa pode estar para breve. Defensivamente é um jogador com bom sentido posicional, pressionante e agressivo nos duelos. Acaba por se destacar pela facilidade com que progride com bola e ajuda a sua equipa a ganhar metros no meio campo contrário.

Youssoufa Moukoko – Avançado – 16 anos – Borussia Dortmund

Aos 16 anos é uma das grandes figuras do Dortmund, da Bundesliga e do futebol a nível mundial. Pela sua juventude, qualidade e potencial. Moukoko apareceu muito jovem nos grandes palcos e promete vir para ficar por muitos anos. Aos poucos vai ganhando o seu espaço no conjunto germânico e somando minutos de aprendizagem e crescimento num contexto que lhe é favorável para alcançar o potencial que se perspetiva. Esta temporada já leva 14 golos em 11 partidas, repartidas entre os Sub-19 e a equipa principal do Dortmund. Com 179 cm é um avançado móvel mas também com capacidade física impressionante. Forte nos apoios frontais mas rápido e ágil para procurar e atacar os espaços nas costas da defesa contrária. O avançado canhoto trabalha bem dentro da grande área mas também consegue ligar o jogo em posições mais recuadas. Com a sua qualidade atual consegue ser um jogador diferenciado de 16 anos, com um potencial de crescimento muito elevado.

Pedri – Médio Ofensivo – 17 anos – Barcelona

O jovem espanhol de 17 anos tem sido um oásis no futebol do Barcelona esta temporada. Dentro do contexto desfavorável e instável que o clube tem vivido, Pedri é um dos destaques da época com apenas 17 anos, prova disso são os 20 jogos, 2 golos e 1 assistência. Tem sido uma escolha inicial de Ronald Koeman como extremo esquerdo ou médio de perfil mais ofensivo. Com bola é um jogador acima da média, devido à sua relação, qualidade técnica, capacidade de passe, drible em velocidade e visão de jogo. Tem capacidade para assumir o jogo e progredir com bola, servindo depois os seus colegas ou a aparecer bem em zona de finalização. Jovem que demonstra confiança, consistência e um excelente critério nas suas ações. O internacional espanhol sub-21 vai continuar a crescer em 2021 e possivelmente ser chamado à seleção principal pela sua qualidade e rendimento que tem demonstrado até ao momento.

Yari Verschaeren – Médio Ofensivo – 19 anos – Anderlecht

O médio ofensivo de 19 anos é uma das referências ofensivas do clube belga. Tem sido presença assídua no Anderlecht desde a época 2018/2019, sendo que esta temporada já leva 2 golos em 12 partidas, apesar da lesão que o afastou dos jogos no mês de Dezembro. Yari é um jogador versátil e com capacidade para jogar nas três posições do meio campo ofensivo. Pode alinhar no corredor central ou a partir de uma faixa como extremo. Mesmo sendo destro também mostra qualidade com o pé esquerdo. Gosta de assumir o jogo e ir para cima dos seus adversários em drible e de criar situações de finalização com a sua qualidade técnica e visão de jogo. Um médio irreverente, confiante e móvel que explora bem os espaços entre linhas para depois rodar e procurar a baliza contrária. Aparece bem em zonas de finalização e na forma como rompe nos espaços, não pela sua velocidade mas pela sua capacidade e leitura tática. Já conta com 6 internacionalizações pela seleção principal e é apontado como um dos melhores belgas da sua geração.

Florian Wirtz – Médio Ofensivo – 17 anos – Bayer Leverkusen

O médio ofensivo alemão fez a sua formação no Koln, antes de assinar pelo Leverkusen a temporada passada, chegando inicialmente para os Sub-19, mas rapidamente conquistou um lugar no plantel principal. Aos 17 anos já soma 18 jogos, 5 golos e 5 assistências e é uma das figuras do emblema germânico, principalmente depois da saída do talentoso Kai Havertz. Mesmo jogando como médio ofensivo no apoio ao avançado, consegue ser um jogador competente no processo defensivo, pelo seu sentido posicional, agressividade nas disputas e forte reação à perda. No entanto, destaca-se no momento com bola. Jogador de último passe, com excelente visão de jogo, qualidade técnica e relação com bola. Tem capacidade para recuar e assumir o jogo mas acaba por se diferenciar na forma como arranja espaços livres para receber e servir os seus colegas. Aparece bem em zonas de finalização e é um jogador móvel, dinâmico e com boa capacidade de decisão no último terço. O internacional sub-21 espreita uma oportunidade na seleção principal em 2021 pela excelente época que tem vindo a realizar.

Orkun Kökcü – Médio Centro – 19 anos – Feyenoord

Depois dos 35 jogos e 3 golos na época transata, Orkun partiu para esta temporada como um valor seguro do clube holandês. Aos 19 anos o médio centro é uma das figuras do campeonato e já leva 1 golo e 1 assistência em 16 encontros. Nas camadas jovens representou as seleções da Holanda mas recentemente decidiu comprometer-se com a seleção principal da Turquia onde já somou 2 internacionalizações. O médio turco joga como box-to-box e é um jogador muito completo. Defensivamente é um médio com boa cobertura dos espaços, forte nos duelos e no desarme, aliando ainda a sua leitura tática e sentido posicional. No processo com bola, tem boa chegada a zonas de finalização e varia de forma eficaz o seu estilo de jogo. Pode servir os seus colegas com passes de qualidade ou ser ele a assumir a iniciativa e sair em transição. Aparece bem em zonas de finalização e tem um remate potente.