Menu Close

O Benfica perdeu o primeiro jogo da Liga dos Campeões 19/20, por 2-1 frente ao Leipzig. Foi um jogo complicado, mas que os encarnados tiveram boas oportunidades para marcar. O jogador mais influente do ataque do Benfica foi Taarabt. Na dupla de médios, o marroquino jogou mais à frente de Fejsa, a número 8. A partir daí fez uso da sua visão de jogo e fez passes fantásticos: variou várias vezes o flanco, passou para as entre linhas, e fez vários passes em desmarcação. 

O melhor lance que mostra a qualidade que Taarabt traz ao ataque do Benfica foi aos 74’ minutos. O marroquino recebeu a bola de Tomás Tavares num lançamento do lado direito do ataque. Conseguiu sair da pressão de quatro jogadores do Leipzig através do drible, e fez uma tabela com Pizzi. Continuou a corrida e levou a bola em direção ao espaço rodeado na imagem. Isto fez com que a defesa adversária prestasse atenção a essa zona, onde estava Grimaldo completamente sozinho. Mas Taarabt tinha mais duas opções de passe: RDT e Cervi. A bola acabou por entrar em Cervi, que fez o movimento representado pela seta.

Apesar de não ter dado golo, este lance mostra toda a inteligência tática de Taarabt. Arrastou as atenções da defesa para um lado do campo, e isolou Cervi com um passe imprevisível. O marroquino está a cimentar cada vez mais o seu lugar como uma peça importante no momento ofensivo do Benfica.