Menu Close
[:pt]

Em 2015, Portugal disputou o campeonato da Europa Sub-21, onde chegou à final tendo sido derrotado pela selecção da Suécia, nas grandes penalidades. Com esta participação no Euro, Portugal carimbou o passaporte para participar nos Jogos Olímpicos 2016, que decorrem este verão no Rio de Janeiro.

Nos eleitos de Rui Jorge, para este campeonato da Europa constavam nomes como José Sá, Paulo Oliveira, João Cancelo, Bernardo Silva, Rafa Silva, William Carvalho, entre outros jovens craques.

Aproximadamente um ano depois, Rui Jorge, teve uma missão hercúlea, vendo-se obrigado a construir uma convocatória surreal. Da equipa que se sagrou vice-campeã europeia de sub-21, só irão participar nestes Jogos Olímpicos 2016, Bruno Varela, Ricardo Esgaio, Tobias Figueiredo, Sérgio Oliveira, Carlos Mané e Gonçalo Paciência.

Portugal, irá defrontar no Rio de Janeiro, as selecções da Argélia,  da Argentina e das Honduras. Num torneio, em que o seleccionador teve dificuldades em escolher os seus atletas, vendo muitos talentos a serem impedidos de representar a selecção olímpica.

O futebol é modalidade olímpica desde 1908, sendo nessa altura a segunda modalidade colectiva a entrar nos Jogos Olímpicos. As selecções devem fazer-se representar, por atletas sub-23 podendo constar na convocatória três jogadores de qualquer idade. O facto do torneio olímpico decorrer com a época futebolística em andamento, impede que as selecções se façam representar pelos seus melhores jogadores. Atletas estes que são impedidos pelos clubes de participar no seu torneio, e portanto, tendo como objetivo apenas salvaguardar os interesses dos clubes.

Sendo que, os Jogos Olímpicos não são uma competição oficial da FIFA é possível que os clubes impeçam os seus atletas de participarem no torneio. Por isso, está na hora da FIFA em conjunto com o Comité Olímpico regulamentar e impedir que os clubes façam valer única e exclusivamente os seus interesses. Tendo os melhores atletas a disputar o torneio olímpico, a competição iria ganhar credibilidade, iria tornar-se uma grande montra e assim, também os clubes iriam valorizar os seus activos! Vale a pena pensar nisto, tendo como exemplo a selecção olímpica portuguesa!

Faço votos que aqueles que foram os eleitos de Rui Jorge, realizem uma grande competição e conquistem a Medalha de Ouro, nos Jogos Olímpicos 2016 em Rio de Janeiro.

[:]