Menu Close

Ricardo Quaresma protagonizou uma das transferências que promete apimentar o nosso campeonato. Contratado pelo Vitória SC, o extremo regressa a Portugal depois de ter representado o Sporting CP e o FC Porto.

Apresentado com a pompa e circunstância que merece um campeão europeu, Quaresma é um excelente reforço para Tiago, dentro e fora de campo. Aos 36 anos, pode ser um exemplo para os mais novos, mais um a contribuir dentro das quatro linhas e um alento para a toda a equipa.

É certo que o ‘mustang’ não tem a explosão (leia-se aceleração) de outrora. A sua velocidade deixou de ser uma grande arma, mas o aprimorar da qualidade técnica (sobretudo ao nível do passe), continuam a tornar o português num jogador temível.

A capacidade de drible em 1×1 é outra das características que continuam bem patentes no seu jogo. Podemos esperar então um extremo à antiga, a partir da direita, colado à linha e com propensão para tirar adversários da frente e fazer muitos (e bons) cruzamentos. A sua irreverência desbloqueia qualquer defesa, por isso prevê-se que os laterais fiquem em sentido na sua presença.

Fruto da idade, Quaresma não aguenta 90 minutos com a mesma intensidade e por isso é expectável que o português seja gerido em vários jogos, ou que seja desresponsabilizado de missões defensivas quando estiver em campo.

Para o apaixonado por futebol, esta pode ser uma das últimas oportunidades de ver o futebol de rua, as fintas desconcertantes e a magia de ‘Harry Potter’ no nosso campeonato… Aproveite.

Os melhores momentos de Quaresma em 19/20: