Menu Close

Benoît Badiashile: A Surpresa Monegasca

De seu nome Benoît Badiashile, com apenas 19 anos, este jovem defesa-central do Mónaco tem demonstrado uma impressionante capacidade de assumir-se como comandante do centro da defesa monegasca. Tendo jogado todas as 5 partidas oficiais do Mónaco a titular, foi sobretudo fundamental nas 2 primeiras jornadas do campeonato, tendo faturado 2 golos, fundamentais na obtenção de 4 pontos nesses 2 jogos.

Com 1,92m, mas também bastante forte, ágil e bom de bola, Badiashile tem atraído as atenções dos media internacionais pela sua qualidade exibicional, o que já levou a que clubes como o Manchester United (de acordo com outros órgãos de informação desportiva) a tentar contratá-lo por cerca de 25M€, proposta que foi prontamente recusada pelo Mónaco e o seu treinador, Nico Kovac. Kovac, de resto, já reafirmou a intenção de tornar Badiashile numa pedra basilar do seu sistema no Mónaco. Mas que poderemos ver num defesa-central como Badiashile? Este artigo irá providenciar uma sucinta análise ao jogador, dando-lhe todas as informações práticas e básicas da performance exibicional do mesmo, tanto em momento ofensivo, como defensivo.

Momento Ofensivo

Este é, sem dúvida, o ‘momento forte’ de Badiashile. Possuindo uma capacidade de passe impressionante e dotado de grande frieza na hora de agir sobre pressão, Badiashile facilmente assume a 1ª fase de construção de jogo do Mónaco. Possui uma visão de jogo excelente que, aliada ao passe longo bastante tenso, mas eficaz, o torna um excelente construtor de jogo. Possui também uma enorme capacidade para encontrar os médio centros monegascos entre linhas de pressão que é raríssima de encontrar em centrais, muito menos com 19 anos. Na hora de subir, Badiashile não se coíbe e avança com facilidade no terreno com bola, procurando sempre oportunidades de servir os colegas. Nas bolas paradas ofensivas, apresenta-se sempre como um perigo, não só pela altura (que o favorece no cabeceamento), mas também pela capacidade que tem de aparecer em segundas bolas. O seguinte vídeo apresenta alguns desses momentos:

Momento Defensivo

No momento defensivo, Badiashile assume-se sobretudo como um defesa de cobertura, e por vezes de ‘último defesa’, sendo normalmente a última barreira dos adversários antes de chegar à baliza e executando cortes providenciais. Dotado de uma excelente agilidade, Badiashile por várias vezes consegue cortar lances ou intercetá-los utilizando o carrinho como método mais eficiente. Joga sobretudo de uma maneira simples, tentando evitar faltas para cartão e apesar do bom toque de bola também por várias vezes executa cortes e alívios para terminar potenciais jogadas de perigo do adversário. Neste momento, Badiashile poderá seguramente evoluir para um tipo de central mais agressivo e físico, pois a sua estatura e aceleração permitem ganhar duelos com relativa facilidade. O seguinte vídeo demonstra alguns momentos defensivos do jogador:

Diamante Puro?

Badiashile apresenta sem qualquer tipo de dúvida imenso talento, sobretudo a nível da qualidade de passe, frieza, visão de jogo, e bolas paradas. No momento defensivo, apresenta uma qualidade inegável nas interceções (sobretudo jogadas de cobertura) e desarmes em carrinho, bem como presença na área. O aspeto mental e tático, nomeadamente a bravura, a marcação ‘cerrada’ e o posicionamento defensivo sem bola deverão ser aspetos a melhorar. Contudo, o facto de apenas possuir 19 anos, atribui-lhe um enorme talento para crescer e desenvolver os seus atributos de uma maneira exponencial. Se assim for, será um dos centrais mais completos do futebol atual.