Menu Close
[:pt]Com apenas 19 anos, Jordão faz já parte de um plantel recheado de estrelas numa das grandes ‘squadras’ italianas: a Lazio. Mas o seu percurso, desde sempre ascendente, começou longe dos grandes palcos. Formado no União de Leiria, pegou de estaca no onze da equipa sénior com apenas 17 anos (estreou-se com 16), tornando-se num alvo apetecível para os grandes. De forma natural, a chamada à seleção Sub 18 tornou-se uma realidade e desde logo assumiu-se como um dos seus grandes pilares. Foi então o Braga, no âmbito do seu ambicioso projeto, que avançou pelo médio com o objetivo de fazê-lo crescer na sua equipa B. 19 jogos, 2 golos e uma assistência explicam a titularidade praticamente indiscutível e a transferência no final da época 2017/18 para as águias de Roma numa mega operação que envolveu também o jovem extremo Pedro Neto.

A sua capacidade para jogar tanto na posição 6 como na posição 8 fazem dele um médio polivalente, muito capacitado a nível tático. Ocupa muito bem os espaços e tem facilidade em sair a jogar com a bola controlada, garantindo muitas vezes superioridade numérica à sua equipa no último terço. A transição defesa-ataque é, por isso, uma das grandes mais valias que oferece. Sempre que está no ponto máximo da sua condição física, é um elemento incansável na dinâmica que traz à equipa, tanto a nível defensivo como ofensivo. Muito inteligente na forma como lê o jogo, faz do duro desarme a sua principal arma para recuperar bolas. No que aos duelos aéreos diz respeito, Jordão conta com poder de impulsão para se sobrepor à grande maioria dos seus adversários, mesmo aqueles que têm uma estatura superior à sua. Tecnicamente evoluído, facilmente varia o centro de jogo através de bolas longas, maioritariamente através do seu pé direito. Jogar ao primeiro e segundo toque no centro do terreno, permitem-lhe aparecer com frequência na zona de finalização ou mesmo procurar o golo antes da meia lua.

Visto como um falso lento, tem na capacidade de aceleração a característica que mais pode desenvolver. Este ponto menos forte no seu jogo sente-se principalmente quando não conta com tantos minutos de competição, pelo que é muito importante que volte a jogar com regularidade.

Após um mercado de transferências relativamente calmo para o seu lado, aguarda então por um voto de confiança de Inzaghi para se estrear em jogos oficiais pela Lazio. Fica a sensação de que uma oportunidade na Serie A mudaria a mentalidade dos responsáveis do clube italiano, que teimam em apostar em jogadores mais experientes do que potenciar jovens estrangeiros. Dito isto, olhos postos no menino prodígio que Leiria viu orgulhosamente crescer.

 

[:]