Menu Close

Chapa 5

Portugal entrou numa partida decisiva como se exigia. De forma concentrada e com uma intensidade muito elevada. 5-0 na maior goleada sofrida pelo Luxemburgo nesta fase de qualificação.

Fernando Santos utilizou um onze perto daquilo que é a sua equipa base, não promovendo grandes surpresas. André Silva foi o escolhido para colmatar a ausência de Diogo Jota que falhou o jogo por lesão.

Para além de Ronaldo que foi o principal destaque da partida face ao hattrick apontado, Bernardo Silva também foi um dos principais desequilibradores da selecção nacional, principalmente no primeiro tempo.

O extremo português conseguiu baralhar as marcações contrárias, puxando a bola para dentro para aparecer em zonas de finalização mas também abrindo espaços para Cancelo aparecer nas suas costas. Bernardo esteve ligado ao primeiro golo onde numa jogada individual conseguiu conquistar uma grande penalidade e ao 3-0 onde rompeu entre os defesas luxemburgueses para depois fixá-los e no momento certo lançar Bruno Fernandes.

Com o 3-0 construído desde os 18 minutos, Portugal soube baixar o ritmo e a intensidade da partida, forçando o Luxemburgo a abrir mais espaços e a arriscar mais no segundo tempo. Foi através de cruzamentos para as costas da linha defensiva que a selecção nacional conseguiu criar mais oportunidades na segunda parte, com Bruno Fernandes e Ronaldo a aparecerem muito bem em zonas de finalização.

Foram 5 mas podiam ter sido muitos mais caso Portugal concretizasse as oportunidades que foram criadas ao longo de toda a partida.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.