Menu Close

Desatenções pagam-se caro

Este artigo é patrocinado pela Casa Ermelinda Freitas

A seleção portuguesa está fora do Campeonato da Europa. Este domingo, Portugal foi derrotado pela Bélgica (0-1), em Sevilha, e a defesa do título europeu ficou pelos oitavos de final.

O encontro começou com as duas equipas muito encaixadas, ambas à procura do mesmo: dar a iniciativa ao adversário e esperar pelo momento de transição. Portugal teve a primeira grande oportunidade de golo, mas não concretizou e os belgas passaram depois a ter mais bola. A seleção portuguesa ainda equilibrou o encontro na primeira parte, mas veio a sofrer o único golo do jogo já perto do intervalo.

A equipa lusa não está isenta de culpas no lance do golo. O remate de Thorgan Hazard é de grande qualidade, mas salta à vista a ausência de pressão ao portador num lance em que a bola está descoberta. Pode-se ainda olhar à falta de acompanhamento por parte de Bernardo Silva, que iniciou a jogada à frente de Hazard e ainda assim o belga apareceu sozinho em zona de finalização.

A segunda parte trouxe depois o melhor período da equipa portuguesa. Apesar de ter demonstrado algumas dificuldades para penetrar no bloco belga e recorrido muito aos remates exteriores nos primeiros minutos, Portugal foi crescendo com o avançar do relógio e passou a criar outro tipo de dificuldades ao adversário. As oportunidades de golo começaram a aparecer e a equipa lusa podia claramente ter tido outro resultado em Sevilha.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.