Menu Close

Desinspiração ofensiva solucionada por Gonçalo Ramos

O Benfica foi à Escócia tentar vingar o empate sofrido no Estádio da Luz com algumas mexidas no onze. Chiquinho, Seferovic e Jardel foram as novidades face às lesões e casos de Covid-19 que o plantel sofre. Apesar do domínio com bola, a passividade defensiva voltou a mostrar ser ainda problema e o Benfica sofreu dois golos onde há erros de posicionamento e cobertura de espaços. No capítulo ofensivo, em ataque posicional não havia soluções no jogo interior, não havendo também opções de passe que permitissem fazer combinações e chegar com critério à zona de finalização. Para combater isto, a equipa procurou lateralizar o jogo, mas o Rangers rapidamente pressionava e criava situações de superioridade numérica.

A solução para as dificuldades do Benfica entrou aos 70 minutos. Gonçalo Ramos entrou com vontade e com uma entrega ao jogo diferente daquela que Seferovic e Waldschmidt mostraram durante a partida. O jovem avançado português teve influência direta nos dois golos das águias.

No primeiro golo, vemos que Gonçalo faz um movimento de aproximação ao portador, o que faz com que arraste a marcação de um defesa. Com isto cria espaço na área (algo que o Benfica não conseguiu fazer o jogo todo) e depois de Seferovic não conseguir rematar, aparece Gonçalo em zona de finalização (vindo de trás após o referido movimento) para finalizar uma jogada que terminou em auto-golo de Tavernier.

Já no segundo golo vemos que o movimento de associação que fez permitiu ao Benfica conseguir criar uma jogada de combinação interior, algo que, novamente, não conseguiu fazer durante o jogo. Ele está posicionado num pequeno espaço na defesa do Rangers e toca para Rafa (de calcanhar) e permite que a equipa consiga fazer uma triangulação que terminou em finalização de Pizzi.

Para além da influência direta nos dois golos, Gonçalo Ramos mostrou uma entrega e dedicação que faltou à equipa, sobretudo tendo em conta a ausência de Darwin. Após a “crítica” de Jorge Jesus depois do jogo frente ao Paredes, o avançado dá indicações que pode ser opção mais regular, visto que mostra um perfil diferente ao habitual suplente Seferovic.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.