Menu Close

Gilberto é uma das (muitas) caras novas neste Benfica do regressado Jorge Jesus. O nome suscita algumas dúvidas entre os adeptos, mas apesar de ser um nome menos entusiasmante, será que poderá ter alguma utilidade no clube lisboeta? Aos 27 anos, Gilberto não é propriamente um jovem que poderá ser totalmente moldado, vem de uma experiência falhada em Itália, mas no Fluminense era senhor e dono do lado direito da defesa, fazendo ao serviço do Tricolor, 104 partidas, marcando 11 golos.

Momento Defensivo

Actua geralmente como lateral direito numa tradicional linha de 4 defesas, é forte fisicamente e relativamente alto (1,81m), o que o ajuda também nos lances de disputa pelo ar onde ganha 56% dos duelos. Gilberto é agressivo, tem uma boa atitude na perda de bola e não se esconde do jogo. Os grandes problemas surgem no seu posicionamento defensivo, gerindo mal os momentos de pressão, abandonando o seu posicionamento na linha defensiva para cair em cima do portador de bola, apesar de conseguir 56% dos desarmes, não justifica a constante procura de referências individuais no momento defensivo, expondo o resto da linha defensiva, que se for batido, cria grandes problemas à equipa. Este é um aspecto que Jorge Jesus terá de ajudar Gilberto a corrigir, melhorando a sua postura defensiva.

Momento Ofensivo

No momento ofensivo, Gilberto mostra os melhores aspectos do seu jogo. Envolve-se bem no ataque, combinando bem com os colegas, recorrendo a tabelas para chegar ao último terço, jogando por fora ou por dentro, onde faz investidas de qualidade no ataque. Com bola, apesar de não ser portentoso, levando a melhor em apenas 43% dos dribles, consegue tomar boas e rápidas decisões no passe e na maneira como se oferece ao passe, revelando boa capacidade motora a desempenhar tarefas ofensivas.

Será o defesa direito do Benfica?

A concorrência no clube para o lugar, certamente que beneficia Gilberto, uma posição que estava gravemente carenciada de qualidade, onde André Almeida era o dono do lugar e a alternativa era um jovem ainda pouco preparado para o salto à equipa principal. Assim, Gilberto partirá com favoritismo para agarrar o lugar, apesar das suas lacunas a nível defensivo, consegue oferecer ao ataque do Benfica aquilo que nenhum dos seus colegas da lateral direita consegue. Mas será que seria o reforço ideal? Pende da correção de alguns aspectos a nível defensivo e poderá assim confirmar um pouco do que se esperaria aquando da sua transferência para Itália.