Menu Close

Levi Lumeka é um extremo inglês de 21 anos de origem congolesa.

Formado no Crystal Palace, onde na época 2017/18 se estreou pela equipa principal num jogo diante do Burnley, na altura com 19 anos, chegou, e depois de um empréstimo ao Leyton Orient, esta temporada (a custo zero) a Portugal para representar o Varzim da LigaPro.

Até ao momento, Lumeka, regista um total de 28 jogos e 9 golos marcados, entre Campeonato e Taça de Portugal.

No campeonato, 23 jogos e 8 golos marcados. A contar para a taça, em 5 jogos realizados apontou 1 golo.

No que diz respeito ao número de assistências para golo, no total são 5. No campeonato 4 e na taça serviu os seus colegas para golo numa ocasião.

Quanto ao seu valor de mercado atual, e segundo o transfermarkt, Lumeka está avaliado em 350 mil euros.

PERFIL


É um jogador que se destaca, acima de tudo, pelo que oferece à equipa em termos ofensivos.

Joga, preferencialmente, a partir do corredor esquerdo e é aqui que as suas maiores qualidades vêm ao de cima:

– Capacidade de aceleração com e sem bola;

– Jogando praticamente sempre aberto no corredor, procura potenciar e acelerar jogo em progressão para originar ações de 1×1 no corredor;

– Nessas ações procura situações de drible curto e rápido (em aceleração);

– Facilidade para surgir em zonas de finalização: potenciadas por ele próprio em 1×1 com movimentos interiores ou fechando a zona do 2º poste/zona de penalti;

– Elemento chave no momento de transição ofensiva, pela capacidade de saída (atacando o espaço e a profundidade através dos corredores) que oferece à equipa.

Levi Lumeka, é indubitavelmente um jogador com grande potencial.

Em termos ofensivos é um desequilibrador nato, faltando-lhe ainda uma lucidez mais concisa no momento da definição.

É, contudo, e acima de tudo, no momento defensivo e no compromisso tático que irá ter de crescer e evoluir para que, e parafraseando Paulo Alves, treinador do Varzim, por altura do jogo a contar para a Taça de Portugal diante do FC Porto, possa (Lumeka) atingir e explanar todo o “potencial para palcos internacionais”.