Menu Close

Ligação Neto & Podence

O duo português tem crescido a nível de rendimento e assumido um papel decisivo na manobra ofensiva da equipa orientada por Nuno Espírito Santo, especialmente depois da lesão de Raúl Jiménez onde tiveram um papel de maior responsabilidade face à ausência da principal figura da equipa.

Apesar do crescimento exibicional nas últimas partidas, a verdade é que os avançados portugueses têm apresentado um nível muito acima da média durante toda a época, nas várias competições. Pedro Neto leva 7 golos e 4 assistências em 20 jogos, Daniel Podence soma 3 golos e 1 assistência em 16 partidas.

À 15º jornada a equipa ocupa o 11º lugar com 21 pontos, menos 2 pontos que a época passada no mesmo período, embora estivesse na 5ª posição.

A nível coletivo a equipa não sofreu grandes alterações mas temos vindo a assistir a uma melhoria por parte de outros clubes ingleses o que ajuda a explicar a diferença de uma época para a outra. Esta temporada com mais 2 pontos, como tinha em 2019/2020 à passagem da 15ª jornada, os Wolves estariam uma posição acima.

Do ponto de vista individual é possível verificar a evolução dos dois portugueses em alguns capítulos. Os dados de Podence em 2019/2020 são influenciados pela primeira metade de época no Olympiacos, em contextos e modelos de jogo distintos mas ainda assim existem diferenças significativas.

O maior crescimento é de Pedro Neto. O jovem de 20 anos já apontou mais golos esta temporada em 20 jogos do que a época anterior em 45 jogos. Evoluiu em várias áreas como os remates, participação no jogo através de maior número de passes, cruzamentos, recuperações de bola, xG (expected goals), dribles, desarmes e interceções.

Daniel Podence passou a desempenhar um papel mais central e próximo da zona de decisão, contrariamente ao que fez na época anterior na Grécia e também na sua chegada ao Wolves a partir de Janeiro onde alinhou a partir dos corredores laterais como extremo.

Podence Heatmap Premier League 2019/2020
Podence Heatmap Premier League 2020/2021

Esta alteração tática e a mudança de comportamentos dentro de cada modelo de jogo ajudam a explicar alguns dados como o decréscimo de cruzamentos e desarmes. No sentido oposto o avançado de 25 anos melhorou em algumas áreas, especialmente nos remates, recuperações de bola e dribles.

Números à parte, Pedro Neto e Daniel Podence têm sido duas das figuras dos Wolves e da Premier League esta temporada pela sua qualidade e rendimento.