Menu Close
[:pt]Nascido em França e com dupla nacionalidade, o franco-marroquino Mattéo Guendouzi é um dos jogadores de destaque para a corrente edição da Premier League. Produto das escolas do Paris Saint-Germain, ficou quase 10 anos na equipa da capital francesa até transferir-se para o Lorient em 2014. Desde jovem apresentava uma qualidade acima da média. Em 2016 fez a sua estreia no plantel principal da equipa e não se intimidou: completou 91,2% de passes certos na temporada de estreia e foi no Lorient que se destacou e levou o Arsenal de Unai Emery a pagar 9 milhões neste defeso do mercado. É um dos principais craques da seleção francesa sub-20.

Médio Centro de origem, mas também com capacidade para fazer a posição de médio-defensivo, é dono de uma qualidade técnica e de passe notável. Guendouzi enquadra-se perfeitamente no perfil de jogador para o Arsenal: um jovem médio habilidoso, com lucidez e chegada com qualidade ao ataque. Nunca se esconde do jogo, procura sempre dar linhas de passe e criar superioridade posicional, o que demonstra a sua inteligência tática. Foi um dos destaques do torneio de pré-época International Champions Cup e é de denotar a forma como arrisca no passe longo e não se intimida apesar da tenra idade e como também baixa para o meio dos centrais na 1ªfase de construção e assumir-se como o criador de jogo do Arsenal. As suas características técnicas e físicas são muito semelhantes às de Adrien Rabiot do Paris Saint-Germain.

O fator menos positivo que precisa de melhorar é o momento da marcação aos adversários. Apesar de magro e alto, é combativo. Aproveita o seu físico para recuperar bolas, mas talvez devido ás suas caraterísticas de construção de jogo, é um jogador que descura um pouco do comprometimento no processo defensivo.

Com o salto para um clube como o Arsenal, conhecido mundialmente pela capacidade como potencia jovens e com um treinador como Unai Emery, que foi responsável pela evolução técnica e tática de jovens atletas do PSG durante a sua passagem por França, tais como Rabiot, Marquinhos e Kimpembe, estão reunidas as condições para que o jovem Mattéo Guendouzi seja uma das grandes revelações da próxima temporada e assumir-se como um dos médios mais promissores do futebol mundial.

 

[:]