Menu Close

Organização defensiva do Belenenses SAD

O Belenenses SAD está a realizar um campeonato tranquilo, encontrando-se no 10.º lugar tendo perdido apenas 3 jogos, fruto essencialmente da sua competência defensiva, sendo atualmente a melhor defesa do campeonato com 7 golos sofridos, (em igualdade com Sporting e Vitória SC).

Organização Defensiva

A equipa orientada por Petit revela-se muito forte em organização defensiva, tal como os números demonstram, com 7 golos sofridos em 10 jogos da Primeira Liga. Na fase defensiva estrutura-se preferencialmente em 5-4-1 com algumas dinâmicas que a transformam em 5-2-3 quando se encontra em bloco alto ou médio alto.

Os princípios em organização defensiva por parte do Belenenses SAD estão muito bem definidos e assimilados pelos seus jogadores, com uma forte pressão na fase de construção do adversário, assumindo um bloco alto com referências individuais no meio campo ofensivo e constantes movimentos de encurtamento ao portador da bola ou aos movimentos de apoio dos médios e avançados adversários. Revela uma excelente perceção do momento em que o adversário tem vantagem e portante deve temporizar e retirar profundidade. 

Impedir Construção

Quando o adversário está na sua fase de construção o Belenenses SAD assume um posicionamento em bloco alto, com o objetivo de pressionar e recuperar a bola ainda no setor ofensivo, destacando os 3 jogadores da linha mais avançada Varela, Miguel Cardoso e Sousa para condicionarem os DC adversários e mesmo o seu guarda-redes quando este participa na fase de construção. Os médios Ramires e Cauê têm nesta fase um papel preponderante com a aproximação aos interiores adversários impedindo-os de receber e orientar com bola. O defesa-lateral do lado da bola encurta também tendo várias vezes como referência o lateral adversário.

Desta forma a equipa de Petit consegue situações de igualdade numérica no meio campo do adversário o que lhe permite recuperar muitas vezes a bola no setor ofensivo. Este comportamento da equipa implica o assumir de risco na sua linha defensiva permitindo situações de igualdade numérica, o que acaba por ser compensado pela perceção e velocidade com que a equipa se reagrupa e organiza em bloco médio nos casos em que falha a pressão inicial. De realçar ainda a capacidade de identificar o momento de pressão e colocar todos os seus jogadores num corredor lateral cortando as linhas de passe do adversário impedindo-o de sair da zona de pressão.

Impedir Criação

Quando o Belenenses SAD assume um posicionamento defensivo no seu meio campo, estrutura-se em 5-4-1, com os extremos a posicionarem-se ao lado da dupla de médios Ramires e Cauê fechando o espaço central e encaminhando o jogo adversário para os corredores laterais. Neste momento a equipa de Petit carateriza-se ainda por algumas dinâmicas interessantes, nomeadamente a linha defensiva de 5 jogadores que permite que um dos defesas centrais acompanhe os movimentos de apoio dos avançados adversários impedindo que estes se constituam como apoio frontal em jogo interior, mantendo a linha com 4 jogadores. O defesa lateral do lado da bola “desalinha” sempre que a bola está no seu corredor e existe ameaça de passe para o extremo, encurtando assim a distância e impedindo que o adversário se oriente e progrida.

Outro aspeto a salientar é a capacidade de perceção e reação da linha defensiva quando o adversário consegue quebrar a linha média e entra em progressão com bola descoberta, revelando uma boa capacidade de retirar profundidade, temporizar e permitir que a equipa se reagrupe.   

B SAD – Organização Defensiva