Menu Close

Rafa: velocidade para a vitória

O avançado português entrou aos 71 minutos e desbloqueou o resultado com duas assistências e um penalti sofrido.

O 0-1 nasceu de um passe de Bruno Fernandes que descobriu a entrada de Rafa para depois cruzar para a entrada de Guerreiro à entrada da área.

Portugal precisou de acelerar o jogo para entrar no bloco compacto da Hungria com uma linha bem definida de 5 defesas, alinhando em 5-3-2. Rafa, Renato Sanches e André Silva entraram para dar mais velocidade ao ataque e desorganizar a defesa contrária.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.