Menu Close

Ricardo Santos – Pronto para o salto

Há um português a dar espetáculo no Bolton, na quarta divisão inglesa. Ricardo Santos, de 25 anos, está a somar boas exibições pelos “Trotters” e uma mudança para Portugal podia ser vista com bons olhos. Qualidade não falta, e seria um central que traria qualidade e experiência à principal divisão portuguesa. Vamos ao perfil do atleta.

Natural de Almada, foi formado em Inglaterra no Dad and Red, com passagens pelo Billricay Twon, Dover Athletic, Thurrock, até se estabilizar no Peterborough United. Transferiu-se a custo zero para o Bolton, histórico do futebol inglês, onde está a ter excelentes exibições.

Perfil tático

Uma das grandes valências de Ricardo Santos enquanto defesa central é a sua estatura imponente. Com 1,98m tem muita facilidade em ganhar os duelos aéreos, fruto não só da sua altura, mas também da sua técnica no ar. 

Com bola, mostra qualidade no passe e facilidade em executar este gesto técnico mesmo sob pressão. Tem qualidade na distribuição de bola, muitas vezes lançando os avançados através de um passe longo certeiro. Quando tem espaço, não tem medo de sair em progressão com bola no pé, galgando metros com a qualidade de drible que possui.

Sem bola mostra uma elevada capacidade de leitura, conseguindo antecipar-se nos lances e raramente ser apanhado desposicionado. Mostra qualidade, também, na associação com colegas, conseguindo antecipar uma possível de situação de cobertura que, caso surja, cumpre-a com eficácia.

Apesar de ser a primeira época no Bolton, Ricardo mostra ser um líder nato. É o patrão da defesa e é frequente vê-lo a comandar os colegas e corrigir posicionamentos.

Um dos aspetos do seu jogo que pode melhorar é a questão dos alívios. Ganhar mais capacidade de sair curto, assim que possível, dariam ao central mais recursos técnicos que podiam beneficiar a equipa em certas circunstâncias. Por vezes tem alguma dificuldade em rodar os apoios e em usar o pé esquerdo.

Comparação estatística – League Two

Ricardo Santos é dos melhores jogadores da League Two. Para explorar mais este aspeto, vamos a uma comparação estatística com outros colegas de profissão.

Ricardo é o jogador com maior percentagem de duelos ganhos na liga com 78%. É também aquele com maior percentagem de duelos defensivos ganhos e ações bem-sucedidas (85%). Noutros campos não é o melhor, mas é dos melhores: é o com mais recuperações de bola; o com maior percentagem de duelos aéreos ganhos; o com maior percentagem de desarmes bem-sucedidos; o 10º com mais interceções.

Comparação estatística – Liga NOS

Um contexto interessante para Ricardo Santos se inserir em Portugal seria numa equipa da segunda metade da tabela da Liga NOS. Apesar de ter qualidade e Inglaterra ser um cenário muito competitivo, a diferença da quarta divisão inglesa para a primeira divisão portuguesa ainda é alguma.

Comparámos, assim, algumas estatísticas de Ricardo Santos com outros centrais habitualmente titulares nas equipas da segunda metade da tabela da Liga NOS. Como é possível verificar na seguinte tabela, Ricardo destaca-se a nível da eficácia de passe, duelos ganhos, interceções, entre outros.

Conclusão

Aos 25 anos Ricardo está a entrar nos seus melhores anos. Depois de algum tempo em contextos ingleses bem competitivos, a mudança para Portugal, país natal, poderia ser interessante para a carreira do defesa central. Poderia continuar o seu processo de evolução natural e poderia ser um dos destaques da principal liga portuguesa.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.