Menu Close

Ryan Gravenberch: o menino que nos faz sonhar

Com apenas 18 anos, Ryan Gravenberch é a mais recente coqueluche da melhor escola holandesa. Ingressou no Ajax em 2010 e desde então que tem sido um dos seus melhores ativos, tendo ganho o prémio Abdelhak Nouri que corresponde ao melhor talento a atuar na academia do clube em 2018 (ano em que assinou o seu primeiro contrato profissional).

Após bater o recorde de Clarence Seedorf (como jogador mais jovem de sempre do Ajax a estrear-se no escalão sénior), tem já um título de campeão nacional e uma taça da Holanda no seu palmarés. Até onde irá esta nova estrela em ascensão?

MOMENTO OFENSIVO

Atua como médio centro ou médio defensivo e consegue construir jogo com facilidade desde trás. Oferece com frequência linhas de passe aos seus companheiros de equipa e aparece muito bem em zonas de finalização, pois tem uma chegada à área contrária assinalável.

Tem uma boa meia distância, mas derivado da sua visão periférica, privilegia maioritariamente a posição dos seus dianteiros. A eficácia no drible é um aspeto diferenciador no seu jogo, contando com 62% de acerto, mas é no passe que atinge níveis de topo. Nos últimos jogos realizados, a percentagem de acerto ronda os 90%, algo notável para quem arrisca vários passes longos e em rotura.

MOMENTO DEFENSIVO

Fisicamente tem características que são muito valorizadas nas grandes equipas. É um jogador que ocupa bem os espaços e fecha linhas de passe, vencendo 53% dos duelos que disputa no solo e 57% nas bolas aéreas. No seu tempo de formação jogava mais adiantado, mas tem vindo a recuar no terreno nesta sua nova etapa.

É agora quase sempre o elemento mais defensivo deste novo meio campo do Ajax e tem como principal missão garantir o equilíbrio da sua equipa. Em organização defensiva joga próximo dos centrais, por forma a compensar o seu posicionamento sempre que são atraídos na marcação. Por ser um dos elementos mais ativos na primeira fase de pressão, é um jogador que não é tão incisivo em transição defensiva.

NATURAL SUBSTITUTO DE POGBA?

São quase inevitáveis as comparações com o médio francês, uma vez que as semelhanças no seu estilo de jogo são tremendas. O controlo de bola e a sua passada larga são elementos bastante caraterísticos do jogo do jovem holandês.

Manchester United, Juventus e Barcelona são três dos tubarões que já seguem de perto o jovem internacional holandês. Especula-se que o menino Gravenberch saia do Ajax por valores astronómicos e a única dúvida que resta é saber se o clube de Amesterdão o aguentará até 2022.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.