Menu Close

Sergiño Dest no Barcelona em cinco notas

Formado no Ajax, Sergiño Dest deu-se a conhecer ao mundo no Campeonato do Mundo sub-20 de 2019. Ao lado de jogadores como Timothy Weah (Lille) e Konrad de la Fuente (Barcelona), o lateral direito impressionou nas suas exibições, numa competição em que acabou por cair nos quartos de final aos pés do Equador do sportinguista Gonzalo Plata.

No início da época seguinte (19/20), e com apenas 18 anos, assumiu-se como titular na equipa principal do Ajax, tomando o lugar que na época anterior pertencera a Mazraoui. Realizou um total de 35 partidas e apontou dois golos, ambos no mesmo jogo, numa eliminatória da Taça holandesa frente ao Telstar.

Agora, aos 19 anos, integra o projeto ‘holandês’ do Barcelona, substituindo Nélson Semedo, que abriu uma vaga ao mudar-se para o Wolves.

As cinco chaves da chegada de Sergiño Dest a Barcelona:

  • Aos 19 anos, a sua contratação faz parte do projeto de rejuvenescimento do plantel. O lateral tem uma enorme margem de progressão, apesar de ter, no imediato, condições de disputar o lugar com Sergi Roberto. 21 milhões de euros é um preço muito razoável, face ao que se pratica no mercado atual.
  • Comparando-o com Nélson Semedo, apresenta uma maior capacidade defensiva, sobretudo no 1vs1. As lacunas do seu antecessor frente a extremos tecnicistas eram evidentes. A ajuda de Griezmann (caso se mantenha à direita) pode também representar um upgrade face ao momento defensivo da época anterior.
  • Sendo um lateral, Dest tem capacidade de realizar jogo interior, associando-se aos médios de forma desinibida. Na formação jogou como extremo, e por isso tem facilidade em desequilibrar ou criar espaços através de movimentos com bola.
  • O norte-americano é um jogador baixo (1,75m) e tem algumas dificuldades no jogo aéreo. Dada a sua qualidade técnica, por vezes tende a exagerar em zonas proibidas do terreno, próprio da sua tenra idade, originando situações de golo importantes para os adversários.
  • A sua contratação mostra que, apesar da humilhação europeia, o Barcelona continua a ter um peso enorme na escolha de carreira dos jogadores jovens. Segundo relatos da imprensa, Dest preferiu o clube blaugrana ao Bayern de Munique.