Menu Close

Sven Botman: Casamento ideal no Liverpool

Com apenas 20 anos Sven Botman está a mostrar boas indicações ao serviço do Lille. Tem um perfil muito interessante para central: é esquerdino, tem qualidade no passe curto e na colocação de bola longa e tem uma capacidade de leitura elevada, sobretudo tendo em conta a tenra idade. Têm surgido rumores sobre uma possível transferência para o Liverpool, o que seria um encaixe perfeito ao lado de Van Dijk.

Momento defensivo

Com a sua elevada capacidade de leitura, consegue perceber não só a trajetória dos passes do adversário, mas também antecipar os movimentos que eles vão executar. Com isso consegue reagir mais cedo e impossibilitar que o passe chegue ao destino ou que o adversário consiga ultrapassá-lo na corrida. É um central rápido, conseguindo também acompanhar a movimentação do adversário de forma a não permitir que receba facilmente ou que finalize sem oposição.

Os seus timings de ação são muito bons, sabendo quando parar a corrida, rodar, manter posição ou até sair a pressionar para desarmar ou fazer contenção. Com 1,93m tem uma facilidade enorme em ganhar duelos aéreos, conseguindo, também, impor o físico nos duelos pelo chão.

Momento ofensivo

Quando a equipa tem a posse consegue ser linha de passe, abrindo ou aparecendo em posições mais centrais. Em organização ofensiva consegue favorecer a equipa na circulação de bola e, caso jogue com a linha subida, consegue ser influente no processo de construção através do passe. Tem muita facilidade em encontrar os colegas através do passe vertical curto ou longo, visto que tem uma boa visão de jogo.

É influente com bola também pela capacidade de progressão. Consegue ganhar metros com bola e impor o físico caso seja necessário. Já na zona do meio campo consegue definir com critério e encontrar colegas entre linhas.

Encaixe no Liverpool

Tendo em conta que o Liverpool joga quase sempre contra equipas em bloco baixo, o esquerdino pode ser muito influente na construção. Através do passe pode encontrar as corridas dos avançados ou homens como Thiago ou Wijnaldum entre linhas, que depois ficam em posições favoráveis para definir. A sua capacidade de circular a bola sem ser afetado pela pressão adversária facilitará o processo do Liverpool de desmontar um bloco baixo.

A equipa tem mais argumentos para jogar com a linha defensiva subida, visto que Botman através do passe ou da progressão pode encontrar colegas em posições favoráveis ou atrair a pressão adversária. A sua qualidade no controlo à profundidade e na leitura e antecipação do jogo é mais um argumento que pode permitir ao Liverpool jogar com o bloco alto.

A parceria com Van Dijk faz todo o sentido, visto que são dois centrais que podem partilhar funções na construção com bola, e defensivamente ambos têm qualidades semelhantes (leitura e controlo de espaços). Para além disto ter um central esquerdino é sempre favorável para uma equipa com a forma de jogar do Liverpool. Robertson é praticamente um extremo em organização ofensiva, então ter Botman a controlar os espaços nessa lateral é o ideal, favorecendo o seu melhor pé.