Menu Close

Trofense: O Regresso aos Campeonatos Profissionais

O Trofense foi o vencedor do Campeonato de Portugal 2020/2021, garantindo um regresso aos Campeonatos Profissionais depois de 6 anos de ausência, após vencer o, também regressado, Estrela da Amadora.

Desengane-se quem acha que a caminhada foi fácil, após garantir o primeiro lugar na Série C na última jornada, que lhe deu acesso à fase de subida, o Trofense voltou a esperar até à última jornada para garantir um lugar na Liga Portugal 2 SABSEG. Na última jornada, o surpreendente Pevidém e o Trofense estavam em condições de garantir o 1º Lugar da zona de acesso Liga Portugal 2, Zona Norte, o Trofense tinha um ponto de vantagem e bastou um empate no último jogo, devido à derrota do Pevidém contra o Anadia, para garantir o lugar desejado.

O Lisboeta naturalizado “Algarvio” Rui Duarte orienta as tropas

Rui Duarte, 42 anos, ex médio, ligado vários anos à Olhanense, acabando por criar uma ligação com o futebol algarvio. Começou a sua carreira como treinador principal no Moncarapachense, teve uma passagem como treinador adjunto pelo Farense. Vai para a 6ª época como treinador principal, tendo treinado na 2ª Liga, o Farense e o Casa Pia. Assumiu o Trofense na 11ª Jornada da época 2020/2021, que se encontrava no 2º lugar na Série C e que, no final do Campeonato de Portugal, conseguiu em 18 jogos, 9 vitórias, 4 empates, 3 derrotas.

Momento Ofensivo

Equipa durante a série C do Campeonato de Portugal, organizaram-se num 4x2x3x1, valorizam uma saída apoiada, com os 2 médios centro muito próximos para apoiar os centrais, com os laterais a projetarem a darem largura e com muita liberdade. No entanto, na fase de acesso à Liga Portugal 2 SABSEG, a equipa adotou, em alguns jogos, organizou-se num 3X4X3, com dinâmicas semelhantes, mas garantindo uma transição defensiva mais segura.

Aos médios centro, é pedido que estejam próximos dos centrais, os alas procuram estar por fora, numa primeira fase na mesma linha que os médios, mas depois com liberdade a darem largura ao jogo da equipa. A variabilidade do trio ofensivo é algo que podemos destacar, podendo procurar movimentos de rutura entre centrais ou espaço lateral-central, ou oferecer apoios frontais, algo que é bastante procurado no sentido de atrair elementos da linha defensiva para posteriores movimentos em profundidade, tanto dos extremos, como do Avançado. A equipa também procura as variações rápidas de flanco. Sendo estas as apostas mais fortes da equipa do Trofense, o cruzamento também é bastante procurado, dada a capacidade no jogo aéreo dos seus avançados, principalmente de Alan Junior ou do Adilson Silva

Momento Defensivo

Defensivamente, o Trofense é uma equipa bastante agressiva, que procura pressionar alto o adversário, procurando criar situações de superioridade numérica. Variando o sistema entre um 5x2x3 e um 4X3X3 em organização defensiva, procura impedir que o adversário saia a jogar de forma controlada, através de uma pressão alta e bem definida com os 3 jogadores mais avançados a pressionar alto.

Os médios centro , estão sempre muito subidos, procuram acompanhar médios adversários, obrigando-os a jogar de costas, ou a falharem para recuperar a bola.

Revela ser uma equipa que sabe o que quer, pretendendo controlar todos os momentos de jogo e, defensivamente, procuram atrair o adversário para os corredores, criando situações de superioridade para que possa recuperar a bola mais próximo da baliza adversária.

Algo que poderá ser aproveitado pelos adversários, é atrair a equipa a um lado e procurar rapidamente lado contrário em largura, porque equipa como fecha a um lado, o lado contrário está exposto e vai obrigar a linha defensiva a movimentar-se, criando espaços.

O Trofense, também, revela uma ótima reação à perda, com os defesas sempre próximos dos Homens de transição adversários, de forma a que estes sejam pressionados imediatamente e conseguindo muitas vezes recuperar a bola, ou parando a transição ofensiva adversária.

Tudo isto, fez com que Trofense fosse a melhor defesa do Campeonato de Portugal, sofrendo no total 9 golos.

Destaques Individuais (incluindo reforços para 2021/2022)

João Paulo

Central muito forte fisicamente, a sua maior força é o jogo aéreo, demonstrando uma grande importância na bola parada. Na saída de bola, é um jogador que não arrisca muito no passe procura jogar simples e próximo, ou longo na profundidade. Normalmente joga como central pelo lado direito.

Marcos Valente

Contratação para esta temporada, fez parte da equipa do Estoril que subiu de divisão, jogador com muita qualidade na saída de bola, procura muito o passe longo para os avançados, enquadrando-se na forma de jogar deste Trofense. Jogador muito importante nos duelos.

Andrézinho

Contratação para esta temporada, vindo da União de Leiria, mas com curriculum de 1ª Liga, é um virtuoso tecnicista, criativo e com uma grande capacidade de descisão. Forte e destemido no 1 vs 1, com uma grande taxa de sucesso (acima dos 50%).

Bruno Almeida

Vai para a sua 4ª época no clube, vindo da melhor temporada feita ao serviço do clube. Atua como Extremo pelo lado direito, rápido, com capacidade de aceleração, com capacidade para receber entrelinhas e combinar com um jogador que apareça na profundidade. Em termos numéricos, na época passada, fez 5 golos, 9 assistências e tem uma % de sucesso de passe nos 67%.

Bruno Moreira

Contratação para esta temporada, um “veterano” com muita experiência na 1ª Liga. É um jogador que se encaixa muito bem na forma da equipa jogar, principalmente no processo ofensivo da equipa, sendo um jogador que procura muito apoios frontais para atrair a linha defensiva, com os Extremos a procurarem rutura. Para além deste tipo de movimentos, é um jogador forte no jogo aéreo, tendo muita qualidade na resposta a cruzamentos. É um jogador que provavelmente tirará minutos a Alan Junior, porque é um jogador com características semelhantes.

Alan Junior

Melhor marcador da equipa na época passada, um jogador que procura muito apoios frontais para atrair a linha defensiva, com os Extremos a procurarem rutura. É um jogador que devido à sua mobilidade por vezes está longe de zonas de finalização, não fazendo muitos golos.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.