Menu Fechar

Carlos Vinícius

Com apenas 23 anos de idade, Vinícius é o goleador da equipa sensação desta edição da “Liga Nos”, o Rio Ave.

Os números até ao momento não deixam margem para dúvidas, é um avançado com instinto goleador apurado, celebrando já 8 golos em 8 jogos nesta nova temporada.

O Atacante vilacondense nasceu a 25 de Março de 1995 no Rio de Janeiro (Brasil). Faz a sua formação no Santos e Palmeiras, iniciando a sua carreira como futebolista sénior em 2016, num clube brasileiro chamado Caldense, passando no ano seguinte para o Grémio Anápolis, onde chamou a atenção de diversos observadores que o referenciam a diversos clubes europeus. Transfere-se para Portugal na temporada 2017-2018. No Real SC, disputa a Ledman Liga Pro, onde em 37 jogos fez 19 golos, sagrando-se no melhor marcador do 2º escalão do futebol Português. Mesmo a descida do clube lisboeta não impediu o conceituado agente de jogadores Jorge Mendes de o colocar na sua sua lista e negociar os seu passe com o Nápoles. Os italianos desembolsaram 4 milhões de euros pelos seus direitos futebolísticos, colocando-o nesta temporada então no Rio Ave para ganhar minutos de jogo e experiência num patamar de exigência superior.

Caracteriza-se por ser um avançado fisicamente muito possante (1.90 m de altura e 84 kg), o que lhe permite imprimir uma agressividade ofensiva muito forte ao jogo da equipa. Apesar de ser fisicamente muito robusto, não o impede de ser um atacante rápido, móvel e veloz. Será interessante ainda mencionar que estas suas características morfológicas levaram a que tenha começado a sua carreira como defesa central e só mais tarde no Palmeiras passou a jogar em posições mais avançadas no terreno. Dessa sua experiência na defesa, retirou o necessário para hoje conseguir ser um atacante que trabalha imenso do ponto de vista defensivo, pressionando os defesas adversários e ajudando a equipa a pressionar mais alto no terreno e de forma agressiva.

Além de todas estas características descritas, é um jogador tecnicamente muito evoluído, finaliza bem com ambos os pés, sendo que o seu pé dominante é o esquerdo. Capaz de dar largura ao jogar ofensivo da equipa, através de movimentações onde aparece nos corredores laterais (gerando situações de superioridade e/ou trocas posicionais com os extremos da equipa), conseguindo “fugir” ás marcações dos centrais adversários, sendo depois muito perigoso nas diagonais com bola em velocidade para entrar em zonas de finalização. Ainda é forte no aproveitar da profundidade e no explorar das costas das defesas contrárias em velocidade.

Por ser um atacante muito completo, não será de estranhar que o seu nome tenha vindo, com alguma insistência, a ser referenciado pela imprensa como um “alvo” dos grandes de Portugal que estarão muito atentos a uma possível contratação. Não sendo um jogador considerado considerado “barato” (o seu passe está de momento avaliado em 3 milhões) falou-se em Setembro de uma possível contratação por parte do Sport Lisboa e Benfica e agora de um forte interesse do Futebol Clube do Porto em contar com ele já na abertura do próxima janela de mercado de Inverno.

Necessita de evoluir nos apoios frontais dados à equipa quando em posse de bola: ser capaz de segurar e “guardar” melhor a bola (recorrendo à utilização do corpo e sua dimensão física), e conseguir depois detetar os timings certos para a passar aos seus companheiros de equipa, em vez de procurar apenas o explorar da profundidade em velocidade (algum individualizar das jogadas), algo que para uma equipa de patamares/dimensões maiores será imprescindível apresentar, pois terá menos espaços para explorar e necessitará de saber jogar mais apoiado e num jogo mais colectivo.

Certo é que Carlos Vinícius apresenta um número de golos bastante significativo, possui uma fantástica capacidade de finalização e um ótimo sentido de oportunidade, e portanto é um ponta de lança para ser seguido com atenção.